FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

PRAIA DOS ARTISTAS - DUAS DÉCADAS DE REINADO


                                 Praia do Meio  - Praia dos Artistas                                   

Olhar essa foto é mergulhar no tempo e sentir saudades dos mergulhos nesse mar de águas mornas e agitadas. Provavelmente foi aqui meu primeiro banho de mar, não lembro ao certo pois era bem criança, mas as fotos que tenho com meu pai aqui, me faz chegar a essa conclusão. Lembro que nesse pedacinho de praia, passei grande parte da minha infância. Nos finais de semana era um programa imperdível! Eu gostava de chegar bem cedo pra ver a pesca do arrastão, ajudar aos pescadores retirar os peixes da rede e a me contentar em ganhar deles uns peixinhos miúdos, de pouca serventia pra eles, mas que fazia a alegria da criançada. Depois entrar no mar e pegar "cavalete" que na verdade só servia para levar um "caldo"  me embolar toda, ficar cheia de areia e muito dolorida - Confesso que pegar onda nunca foi o meu forte! 











Na minha infância a orla marítima de Natal tinha apenas três praias: Areia Preta ao sul da cidade, a Praia do Forte na confluência do Atlântico com o Potengi e a Praia do Meio, chamada assim por motivos óbvios. E era na Praia do Meio bem próximo da ponta do Morcego que eu gostava de ficar. Conhecia cada pedacinho dali: aonde as ondas eram mais calmas, aonde não havia pedras no mar, aonde tinha "caldeirões", e onde encontrar uma loca entre as pedras para guardar nossos pertences. Não havia violência. Arrastões só os de pesca! Era tudo muito familiar, o quintal da casa da minha avó costumava dizer.                            



 Praia dos Artistas
                             


Muito se especula para se afirmar com certeza, porque esse trecho de areia recebeu o nome de "Praia dos artistas. Para uns deve-se ao fato desse recanto ter sido muito frequentado, no início da década de 70, por pessoas ligadas ao teatro, artes plásticas e música. Para outros, pela fama de hospedar grandes artistas quando visitavam  Natal. O certo é que o nome não só marcou uma  época como ficou até os dias de hoje.
Durante os anos 70 e 80 a Praia dos Artistas era um lugar movimentado: joga-se frescobol nas areias e praticava-se surf nas ondas. À noite frequentava-se os bares e boates da redondeza.                    




Os anos seguintes foram de declínio para a praia. A maioria dos frequentadores, já na maturidade foram  se distanciando  do lugar e a falta de segurança afastava quem se aventurava a frequentá-lo. À noite o "quem-me-quer" do calçadão, com a explosão do turismo internacional, adquiriu outra feição e deu lugar a prostituição.


             PRAIA DOS ARTISTAS HOJE




Felizmente nos últimos anos, há um esforço de revitalização da praia. A presença na vizinhança de ótimos restaurantes e do Centro de Artesanato Municipal encorajam turistas e moradores a frequentarem o local, pelo menos no calçadão.
Malgrado todas essas mudanças, esse cantinho de praia permanece inalterado na minha mem´ria, mesmo que minhas retinas vislumbrem outros cenários. Na verdade a praia perdeu grande parte da areia e ficou praticamente cobertas por pedras.mas o que mais entristece e ver essa bela praia entregue ao abandonoe ao descaso. Tenho esperança que mão vai estar longe o dia dos nossos gestores olharem com carinho para esse lugar e a Praia dos Artistad volte a ser o reduto dos jovens da cidade, sejam eles aristas ou não!








PRAIA DOS ARTISTAS

                              LETRA E MÚSICA DE ALINIO ROSA
                                         
                             
FONTES:

  • Pesquisas Google - Site Natal de Ontem
  • Publicações do Diário de Natal - Natal/RN
FOTOS:
  • Imagens Google
VÍDEO: 
  • Enviado  por Arilza Pereira



11 comentários:

  1. Arilza,você deixou eu e outras pessoas que nasceram e cresceram alí na Praia dos Artistas sem palavras, tudo que tinha que ser dito vc já dise até o seu primeiro banho de mar, com certeza o meu tb foi ali, aquela de ajudar os pescadores no arrastão prá ganhar peixinhos foi demais um deles que eles costumavam dar chama-se Baiacu, a gente passava mão na barriga e ele inchava kkkk minha mãe costumava ir comigo e vizinhas logo cedinho dizia que esse era o banho de mar sadio kkkk isso tdo sendo Praia do Meio depois qdo passou a ser Praia dos Artistas estava eu lá tods os finais de semana e ferias , até ao meio dia pois naquela época, a partir daí a praia ficava deserta,com os turistas inavdindo Natal tudo foi mudando, até a praia dos Artistas ou do Meio , não ser mais a mesma, mas vamos ter esperança que ela volte a ser o que era ou pelo menos um pouco do que era. Enquanto isso viveremos da boas lembranças graças a vc com seu blog..bjus

    ResponderExcluir
  2. É muito bom lembrar dessas coisas! Vc falou do Baiacu e eu lembrei da minha frustação quando ganhei um-fiquei toda feliz até um menino começar a mangar de mim, a dizer que eu era muito burra-Baiacu é venenoso não se come sua burra!E eu não sabia se ficava chateada com o menino ou com o pescador que me deu o peixe!...Ah! Sobrava pra gente tb as moreias pequenas, que eu tinha horror, porque lembrava cobra!kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Edi Germano velhos e bons tempos amiga! bjs
    há 21 minutos Via Facebook

    ResponderExcluir
  4. Vou te contar uma coisa menina Arilza, sempre que volto a Natal, uma das minhas primeiras "missões" é ir para a ladeira do sol, lá no topo, onde ficava a "balustrada" onde Vô trabalhava, lembra? (Claro que vc lembra). Adoro ficar ali, olhando aquele mar, dialogando com tudo aquilo lá embaixo, Praia do meio, onde peguei muito cavalete, e evidentemente também levei muito caldo. Gosto de dizer com muito orgulho que "me criei" na praia do meio. Me diga, se ali não é o melhor lugar do mundo para ver, entre outras coisas, as acrobacias da esquadrilha da fumaça, aquelas simulações de bombardeio em cabanas de palha lá no poço "do Dentão", tiros de metralhadora dos aviões em bóias coloridas mar adentro, que incendiavam quando atingidos, aquilo era o máximo quando era menino, eu queria estar num daqueles aviões pilotando, é mole?
    Du Acre -via email

    ResponderExcluir
  5. "Felizes aqueles que tem boas recordações"É isso Du, somos mesmos uns felizardos!Quem não lembra dos bombardeios em comemoração ao dia da Asa? Nunca perdi um e achava tb o máximo1 E da balustrada?Nossa quanta saudade eu tenho daquele lugar!Como vc não deixo nunca de ir lá-é o mais belo mirante da cidade, aliás é o que faz Natal ser especial, diferente das outras cidades.Mas ainda vou postar sobre a Praia do Meio e particularmente sobre o mirante da cidade.Me aguarde.

    ResponderExcluir
  6. Nossa praia! da infância perdida que não volta mais...
    Tivemos uma infância previlegiada morando na praia tudo que uma criança adoraaaaaaaaaaa, mar ,água, com liberdade para brincar...
    Edi Germano

    ResponderExcluir
  7. Naquelas pedras escuras , à esquerda da última foto, eu pesquei muito PIRAMBU na minha infância numa loca na maré seca. Peguei também muitos CAVALETES nessa praia. Como eu era ruim nisso, tomei muitos CALDOS (bebi água salgada). Ou tempo bom bicho ! Eu era feliiz e não sabia!
    Ailson Rosa e Silva - Natal/RN

    ResponderExcluir
  8. Menina que coisa linda, e como mergulhei ou mergulhamos,com toda certeza o primeiro mergulho da minha vida, o primeiro banho de mar, minha mãe me levava aí cedinho qdo eu era pequena de uns 2 anos pra tomar a brisa iodada da praia e assim ...Ver mais
    há 9 horas no facebook
    Marilda Nascimento- São Bernardo do Campo/SR

    ResponderExcluir
  9. Quem, desse belo tempo, não se lembra da chegada da competição à nado: AREIA PRETA/PRAIA DO MEIO num lindo Domingo de sol. Era aí nessa local que as pessoas recebiam o campeão.
    Ailson Rosa há 9 horas no facebook

    Marilda Nascimento Eu lembro rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Ave Mariaaaaa!!!!! Era a minha praia!! todo domingo. Sagrado!!!!!
    Aldenize Reis há 2 horas no Facebook

    ResponderExcluir
  11. Edi Germano - Natal/RN
    Eu dispara em toda carreira descendo ladeira abaixo ninguém me pegava kkkkkkkkkkkkkkkkkk, uma infância bem vivida!
    Sem falar que ainda pulava da "Pedra da Agulha" aquela lá da ponta....que perigo!!!!!!!
    há 23 minutos no Facebook

    ResponderExcluir