FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

  •           
                   SABOR NORDESTE - SABOR BAHIA

                                      CAIPIROSKA DE CACAU



Caipivodka, Caipiroska, Caipirosca ou simplesmente Rosca como se diz na Bahia, é sem dúvida uma das nossas  melhores bebidas.Uma mistura simples de vodka, gelo, açúcar e uma fruta. Pronto, temos a Caipiroska!







É o tipo do destilado que dá o nome à bebida (caipirinha ou caipiroska, por exemplo), mas o sabor, o aroma e o colorido das frutas ampliam as possibilidades. Uma verdadeira alquimia que também leva gelo e criatividade.
A tradicional caipirinha de limão de cachaça, se feita com vodka vira   caipiroska,  se feita com com rum  vira caipiríssima. Pode ser feita também com saquê, mas vale lembrar que as frutas ácidas, como o limão e a lima, não combinam com ele (a acidez anula o sabor do destilado).
--




Um dos maiores benefícios do Cacau é, sem dúvidas, melhorar o humor. Ele auxilia na redução dos níveis de estresse, ajuda a  relaxar  e a melhorar a sensação de bem-estar. O triptofano encontrado na fruta é um aminoácido responsável pela produção da serotonina, neurotransmissor ligado ao bem-estar e está presente na fruta.
Se o cacau pode ajudar a aliviar alguns sintomas da ansiedade, liberando as endorfinas no corpo, por que não aproveitar esses benefícios e usá-las no preparo da caipiroska? Não é nenhum remédio, mas certamente vai te deixar mais animado! rsrsrsrsrs


       RECEITA DE CAIPIROSKA DE CACAU








Ingredientes:
1 cacau maduro
vodka ( na quantidade necessária para  bater a mistura, conforme sua preferência, mais forte ou mais fraco)
Gelo a gosto
Açúcar ou adoçante
1 canudinho
Modo de preparo:  

Você vai precisar fazer uma abertura na parte superior do cacau e retirar toda polpa de seu interior. Numa coqueteleira, misture a vodka com a polpa e gelo a gosto. Se preferir, adicione açúcar ou adoçante, dependendo do seu paladar para bebidas. Depois de bater bem, volte a mistura para o cacau, decore  e sirva com um canudinho.

               PREPARAND A CAIPIROSKA
                               DE CACAU








                     VAI UMA ROSCA AÍ?







Caipiroska de Cacau é bom demais! Essa é uma afirmação de quem vai à Bahia, mais precisamente, para a Ilha de Boipeba, na Ponta dos Castelhanos, parada obrigatória para quem quer saborear essa deliciosa bebida, muito embora a bebida possa ser encontrada em outros locais do litoral baiano. O fato é que ela é uma bebida perfeita que não pode faltar no verão.
Na foto, amigos baianos celebram a vida com muito estilo!



Fontes 
  • https://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/e-para-beber-caipira-caipirinha-caipiroska-ou-caipirissima/
  • Receita de João Paulo - Valença/Bahia- enviada por Aldenize Reis.
Fotos

  • https://www.uol.com.br/viagem/noticias/2019/02/08/paraiso-isolado-veja-as-belezas-da-paradisiaca-ilha-e-boipeba-na-bahia.htm?cmpid=copiaecola
  • https:/www.tripadvisor.com.br/LocationPhotoDirectLink-g303270-d2572059-i217025694-Cabana_A_Praia_Branca_Porto_Segurro_State_of_Bahia.html
  • https://www.uol.com.br/viagem/noticias/2019/02/08/paraiso-isolado-veja-as-belezas-da-paradisiaca-ilha-de-boipeba-na-bahia.htm
  • Acervo Pessoal de Aldenize Reis - Valença/Bahia
  • Edição de fotos Site/ https://www.montagemfotos.com.br/

Vídeos
  • Editado por Laysa Renata Rosa de Ribeiro e Silva



segunda-feira, 31 de julho de 2017

DA UMBUZADA À GELEIA - DELÍCIAS DE UMBU





Já provou umbuzada? Não! Então prove, pois foi a partir dela que me apaixonei por tudo que é feito com umbu. O fruto da árvore sagrada do nosso sertão, se presta para fazer um monte de delícias que hoje faz parte da gastronomia nordestina.
Fiz uma pesquisa enorme no Google e selecionei algumas receitas para publicar aqui e tenho certeza que vai agradar ao paladar mais exigente.







De aroma muito agradável, polpa suculenta e azeda, o Umbu é rico em fibras, Vitamina C, Vitamina A,  Vitamina B1, Calcio, Fósforo e Ferro. Possui ação antioxidante, contribuindo para o fortalecimento do Sistema Imunológico. 
A fruta  pode ser consumida in natura ou em  diferentes receitas doces, como geleias, sorvetes, mousses e tortas. Mas é a tradicional Umbuzada a forma de consumo mais utilizada no Sertão Nordestino.



 UMBUZADA

  www.tudogostoso.com.br


Ingredientes

  • 1 kg de umbus
  • Água para cozinhar
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 2 xícaras (chá) de leite 

Modo de preparar

  • Lave os umbus em água corrente.
  • Coloque-os em uma panela, cubra com água, e leve ao fogo.
  • Quando a água ferver e os umbus ficarem brancos, desligue o fogo e deixe esfriar.
  • Retire os caroços dos umbus com as mãos e separe a polpa.
  • Bata a polpa  no liquidificador com o açúcar e o leite .
  • Se preferir deixe na geladeira por 1 hora.


SUCO DO UMBU
drikacuriosa,blogspot.com.br


  • Lavar bem as frutas e levar ao liquidificador, com um pouco de água, para passar no  modo pulsar.
  • Coar o suco numa peneira.
  • O que ficou na peneira, retirar o caroço e o restante voltar ao liquidificador, dessa vez para passar no modo normal, com o suco que foi coado.
  • Colocar na jarra e adoçar a gosto.


SORVETE DE UMBU


www.aquinacozinha.com


Ingredientes


  • 1 lata  de leite condensado
  • 1 lata de creme deleite com o soro
  • 1 lata de polpa de umbu ( use a lata de leite condensado para medir) ou 400 gramas de polpa congelada


Modo de Preparar

  • Coloque o leite condensado, o creme de leite e polpa da fruta no liquidificador, bata bastante, até ficar bem misturado.
  • Coloque num recipiente de alumínio e leve ao congelador. A forma de alumínio congela mais rápido.
  • Assim que endurecer, retire do congelador, coloque no liquidificador e bata para que fique bem  cremoso.
  • Leve  novamente ao congelador para endurecer.
  • Minutos antes de servir, deixe o sorvete na temperatura ambiente. Isso vai deixar  ele bem cremoso.

MOUSSE DE UMBU

  www.tudogostoso.com.br

Ingredientes

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 lata de polpa de umbu (use a lata de leite condensado como medida)
  • 1 envelope de gelatina incolor e sem sabor.

Modo de Preparar

  • Coloque a gelatina em um recipiente com cinco colheres de água, deixe hidratar por uns cinco minutos e depois leve ao fogo em banho maria para dissolver.
  • Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.
  • Numa forma untada com óleo e passada na água despeje todo creme batido.
  • Leve para a geladeira por umas quatro horas.
  • Desenforme na hora de servir e decore.


GELEIA DE UMBU


www.aquinacozinha.com


Ingredientes

  • 2 xícaras de chá de polpa de umbu.
  • 2 xícaras de  chá de água.
  • 1 xícara de chá de açúcar

Modo de Preparar

  • Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo alto.
  • Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando.
  • Observe que vai mudando de cor, ficando com uma cor mais intensa.
  • Quando começar a ficar com uma textura cremosa, já está bom.
  • Coloque, ainda quente, em vidros com tampa.
  • Conserve na geladeira.


COMO FAZER A POLPA EM CASA





Hoje em dia, nos supermercados, é fácil encontrar a polpa da fruta congelada, Mas, para se ter um resultado mais saboroso, aconselha-se fazer a polpa em casa, o que é um processo muito simples. Vejamos!

  • Coloque as frutas em uma panela e leve ao fogo para ferver(isso é importante para se obter uma polpa não muito ácida)
  • Depois de fervidos, espere esfriar e retire todos os caroços ( basta apertar um a um)
  • Coloque no liquidificador, bata e depois passe a peneira.
  • Está pronta para ser usada.



FONTES:  
  • Pesquisas Google  -  Sites:
  1. https://a8se.com/entretenimento/gastronomia/noticia/2014/08/36540-receita-se-umbuzada.html
  2. http://drikacuriosa.blogspot.com.br/2010/04/suco-de-umbr.html
  3. http://www.aquinacozinha.com/sorvete-cremoso-de-umbu/
  4. http://www.tudogostoso.com.br/receita/41587-mousse-de-umbu.html
  5. http://www.aquinacozinha.com/receita-de-geleia-de-umbu/

FOTOS: 
  • Imagens Google - Sites:

  1. http://www.tudogostoso.com.br/receita/54653-umbuzada.html
  2. http://drikacuriosa.blogspot.com.br/2010/04/suco-de-umbr.html
  3. http://www.aquinacozinha.com/sorvete-cremoso-de-umbu/
  4. http://mundodosabor.blogspot.com.br/2008/01/mousse-deumbu.html
  5. http://www.aquinacozinha.com/receita- de-geleia-de-umbu/
  6. http://joaozinhoteles.com.br/pesquisadora-cria-a-umbuzada-em-po-que-possibilita-consumo-do-fruto-durante-todo-ano-no-sertao-de-pernambuco/3/
  7. http://lista.mercadolivre.com.br/mudas-de-umbu#redirectedFromVip


EDIÇÃO DE FOTOS: 
  • Programa Picmonkey



quinta-feira, 27 de julho de 2017

PANELADA - COMIDA DE GENTE VALENTE





Em casa de sertanejo essas comidas de "cabra valente" não podiam faltar. Lembro do meu pai, chegando cedo do mercado da cidade, com uma bolsa de palha carregada desses miúdos para a panelada, que minha mãe pacientemente, lavava com muito limão, colhidos do quintal. As tripas davam mais trabalho porque tinham que ser viradas pelo avesso com um palito, uma a uma.
O dia da panelada, era um dia de festa para os adultos. Meu avô sempre vinha pra almoçar. Já para as crianças era um dia de obedecer a certos rituais: não podíamos dormir, tomar banho ou  participar de qualquer brincadeira que demandasse esforço físico, pelo menos duas horas depois do almoço, para não ter  "congestão" , o que certamente não agradava nada comer a tal panelada. Tabus alimentares à parte, a Panelada ainda é tida por muitos nordestinos, como uma comida forte, para ser servida aos domingos ou em dias de festa.


    
O QUE É PANELADA





Segundo Câmara Cascudo, no seu Dicionário do Folclore Brasileiro, Panelada é "comida preparada com o intestino, os pés e certos miúdos de boi, adubado com toucinho, linguiça ou chouriço e convenientemente temperada. É um prato próprio de almoço e servido com pirão escaldado, feito do respectivo caldo em fervura, com farinha de mandioca.



Provável origem da Panelada





Identificada como  um ícone da comida nordestina, na qual a culinária cearense reivindica  paternidade,  é possível  que o prato tenha  evidentes influências da cozinha portuguesa. Há quem encontre na Panelada,  semelhanças com a receita portuguesa das "Tripas à moda do Porto". No entanto, para o Professor José de Arimateia Bezerra, da Universidade do Ceará, a Panelada é cearense com origem na região sertaneja.
Já para outros pesquisadores a Panelada surgiu na época do desbravamento do sertão, na chamada "Civilização do Couro" quando comboios partiam para a Bahia e de lá penetravam no restante nordeste. Para se alimentar os carreiros criaram um sistema que chamaram de "rancho", Quando precisavam matar o boi, os miúdos eram colocados num tacho grande para cozinhar e serem saboreados no mesmo dia por todos do rancho.


Como preparar uma boa Panelada





O segredo para uma boa apresentação da panelada está na limpeza das carnes, principalmente o bucho e as tripas, para que elas percam o odor desagradável. Essas devem ser lavadas várias vezes com água na qual se juntam sumo de limão e vinagre. As tripas vira-se pelo avesso com ajuda de um pauzinho. Depois limpas, escalda-se.
Manda a tradição que a panelada deve ser feita de véspera, cozinhando em fogo baixo, ficando no borralho (cinzas que ainda conservam alguma brasa ou calor) durante a noite. 
No dia seguinte  retira-se a gordura que sobe à tona.


     Receita de Panelada a Moda Potiguar





Entre tantas receitas de panelada que encontrei na minha terra, optei pela de Dona Maria do Carmo Guedes ( in memorian) que se encontra no livro que as suas filhas escreveram sobre ela. Ao ler a receita da Panelada, não tive dúvidas- essa seria a melhor para ser publicada. Assim prestaria também minha homenagem a Dona Maria do Carmo.
Vamos a Receita!

Ingredientes

  • Tripas grossas e finas - bucho - livro - mocotó - 1 kg de cada um dos ingredientes .
  • Sal, pimenta do reino, alho, louro ( para o primeiro tempero).
  • Gordura de porco, cebola, alho, tomate, pimentão, cominho, pimenta do reino e cebolinha ( para o tempero final da panelada)
Modo de Fazer

  • Lave muito bem com água e bastante limão todos os ingredientes, cortados em pedaços.
  • Deixe tudo de molho durante algum tempo para tirar todo e qualquer cheiro.
  • Afervente e ponha para escorrer bem numa peneira. Em seguida, ponha na panela com os temperos.
  • Deixe  cozinhar em forno brando.
  • No dia seguinte continue o cozimento. 
  • Refogue separadamente: gordura de porco, cebola, alho, tomate, pimentão, cominho, pimenta do reino e cebolinha. Junte esse refogado  aos miúdos e deixe cozinhar até ficar bem cozido.

Panelada Cearense



Ingredientes

  • 1/2 kg de bucho de boi
  • 1 pata de boi 
  • 1/2 kg de tripa
  •  200 g de linguiça calabresa
  •  1 pimentão
  •  2 tomates
  •  2 folhas de louro
  •  6 dentes de alho
  •  1 cebola grande
  •  Pimenta do reino, cheiro verde, colorau e sal a gosto.
  •   Azeite
Modo de Preparar

  • Corte o bucho em pedaços, fatie a pata e as tripas em anéis com dois dedos de espessura e tempere tudo com sal.
  • Cozinhe em uma panela com água e as folhas de louro por cerca de duas horas.
  • Retire a panela do fogo e quando esfriar, retire a gordura que fica no caldo, desprezando todo caldo formado.
  • Coloque o colorau, a metade do alho amassado e a pimenta do reino.
  • Em uma outra panela doure a cebola no azeite, acrescente a outra metade do alho, o pimentão picado e por último o tomate.
  • Coloque esse refogado mais a linguiça calabresa na panela com os miúdos e cubra com água para continuar o cozimento.
  • Se precisar coloque mais sal.
  • Quando estiver  bem macio acrescente o cheiro verde e sirva em seguida.


Pirão para acompanhar a Panelada





  • Numa panela  coloque o Caldo que se  formou da Penelada, leve ao fogo e deixe ferver.
  • Quando levantar fervura, comece a colocar, aos poucos, Farinha de Mandioca, mexendo sem parar com uma colher de pau.
  • Quando estiver com uma textura consistente, deligue o fogo
  • Sirva quente.

A PANELADA NA CIDADE DE IMPERATRIZ NO MARANHÃO





Não poderia encerrar essa postagem sobre Panelada sem fazer referência as  famosas Paneladas da cidade de Imperatriz no Maranhão. Essa iguaria tornou-se patrimônio imaterial da cidade devido ao seu modo artesanal de se fazer e, também, pelo saber que é passado de geração em geração pelas famílias envolvidas na produção e comercialização do prato.
A venda da Panelada, nas barracas dos restaurante "de costas pra rua" como são conhecidos e reconhecidos em toda  cidade é ininterrupta, funcionando durante o dia e a noite e ao contrário do que se possa imaginar o fluxo de consumidores aumenta durante a noite e na madrugada.






Essas barracas são baú com rodas cobertas, onde são guardados os pratos, talheres, a comida e fogão para manter o alimento quente. Na verdade, é uma espécie de restaurante de rodinhas, com bancos postos em volta da barraca, assim os clientes podem sentar para comer de costas para a rua.




As barracas  localizadas na Avenida Bernardo Sayão ganharam fama ocupando o espaço popularmente conhecido como as " Quatro Bocas". Atualmente  estuda-se a proposta de criar um espaço em um outro local. A Panelada servida nas "Quatro bocas" da cidade de Imperatriz,  não se distancia da receita encontrada no Ceará, aqui publicada. e vem acompanhada de com guarnição de  arroz branco, farinha,  rodelas de tomate verde,  feijão ou fava, pimenta e limão.




FONTES:

  1.  Luís da Câmara Cascudo - Dicionário do Folclore Brasileiro - Coleção Terra Brasilis -  Ediouro Publicações S.A. - Rio de Janeiro.
  2. Miriam Leirias e Bresilísia Leirias Braga - Se o nó está difícil...agbook-alphagraphics - FSC( A marca do manejo Florestal).
  3. Maria Marluce Gomes- História da Gastronomia do RN -Editora Alternariva - Natal-RN/2004.
  4. Pesquisas Google - Sites:
  • http://noticias.r7.com/domingo-espetacular/videos/paixao-nordestina-panelada-faz-sucesso-entre-os-sertanejos-do-maranhao-18052016
  • http://receitasdecomidas.com.br/panelada-cearense.html
  • https://www.tudoreceitas.com/receita-de-panelada-nordestina-2819.html
  • httpa://diariodo nordeste,verdesmates.com.br/cadernos/caderno-3/o-desbravamento-e-a-panelada-1.45438
  • http://www.prefeituradeimperatriz.com.br/blog/nossa-cidade/gastronomia-popular.html
  • https://jupiter.com.br/sl3/portal/noticia/id/30199

FOTOS:

  1. Imagens Google - Sites
  • https://www.tripadvisor.com.br/LocationPhotoDirectLink-g303293-d4536227-i156160509-Cantinho_Do_Frango-Fortaleza_State_of_Ceara.html
  • receitinhasdatere.blogspot.pt
  • http://cozinhaimperatriz.blogspot.com.br/
  • http://tv.r7,com/record-play/tudo-a-ver/videos/veja-os-beneficios-que-o-mocoto-pode-trazer-a-saude-21102015
  • https://www.tudoreceitas.com.com/receita-de-panelada-nordestina-2819.html
  • https://come-se.blogspot.com.br/2009/02/bucho-casinha-de-abelha-com-batatas-e.html
  • https://www.tudoreceitas.com/receita-de-panelada-de-boi-3091.html
  • https://www.visiteobrasil.com.br/nordeste/ceara/culinaria/conheca/panelada
  • https://www.youtube.com/watch?v=sZ0rpCJ1OEE - momento-gostosura-panelada
  • https://piauinauta.blogspot.com.br/2014/09/memorias-de-um-comedor-de-panelada.html
  • http://conhecendooceara.com.br/tradicao-delicias-regionais
    https://www.flickr.com/photos/35388726@N02/3959542091
  • http://noticias.r7.com/domingo-espetacular/videos/paixao-nordestina-panelada-faz-sucesso-entre-os-sertanejos-do-maranhao-18052016
  • http://www.panoramio.com/photo/9543276
  • http://www.imperatriznoticias.com.br/antigo/noticias/saude/4173-nutricionista-alerta-sobre-os-cuidados-para-quem-consome-panelada

       

terça-feira, 11 de julho de 2017

PASSEIO DE CATAMARÃ PELAS ÁGUAS DO SÃO FRANCISCO- CÂNION DO XINGÓ





Com certeza esse foi o lugar mais gostei de conhecer nessas nas minhas andanças pelo Nordeste. A primeira visão  do rio é fascinante. O cenário natural formado pela vegetação da caatinga e seus paredões  de pedras,  emolduram e embelezam o lago de águas represadas do Velho Chico. Paisagens que de tão lindas hipnotizam! Esse tesouro quase que escondido, em pleno Sertão do Nordeste que já foi palco de filmagens de Mini-Séries e Novelas da Globo, nos mostra que as atrações nordestinas vão muito além  de sua praias maravilhosas e  sua culinária.



Vista  aérea do Cânion do Xingó  Foto do tripadvisor



O Cânion de Xingó, tem como porta de entrada o município de Canindé do São Francisco, a 213 quilômetros de Aracaju. Em pleno semi-árido nordestino a paisagem impressiona, com suas formações rochosas areníticas de mais de 60 milhões de anos, que parecem ter sido talhadas à mão, em meio as águas represadas do Velho Chico.
Há pouco mais de duas décadas a região era seca, coberta pela caatinga. Mas  em 1994, quando as águas foram represadas para a construção da usina hidroelétrica de Xingó, o cenário mudou. O leito do rio subiu quase 100 metros e formou uma das mais belas paisagens do país, com paredões rochosos banhados pelas águas cristalinas.







Os cânions do rio São Francisco, que está situado entre os estados de Sergipe, Alagoas e Bahia estão em quinto lugar no ranking dos maiores cânions navegáveis do mundo. É formado por um vale profundo, co 65 quilômetros de extensão, 170 metros de profundidade e uma largura que varia de 50 a 300 metros. Nessa sua enorme extensão navegável, é possível encontrar vestígios de pinturas rupestres e fragmentos de cerâmica, dos primeiros habitantes do local, que viveram por lá há mais de oito mil anos.


  O Karranca's  sede dos Catamarãs



O passeio para o Cânion tem como ponto de partida o Restaurante Karranca's que, por si só, já é um atrativo. O restaurante tem capacidade para 760 pessoas e oferece, um cardápio variado de excelente comida servida em buffet ou pratos a la carte. Além disso possui espaço para exposições, lojas de conveniência, áreas de banho com chuveiro, banheiros, guarda-volumes e hi-fi em todo restaurante.

                                                        

Foto do Blog Partiu para o mundo

Foto do blog Viagemde fuga


Em frente ao restaurante há uma praia fluvial, com cadeiras e guarda-sol. Pessoas praticam Stand Up Paddle e há um píer para saídas de lanchas e jet-skis. O que considero um pouco perigoso pois o pessoal com os jet-skis fazem muitas manobras radicais próximo aos banhistas.


 Foto do tripadvisor


O catamarã com dois andares, tem capacidade para 250 pessoas. O barco é bem equipado e atende as normas de segurança. Possui banheiros e  lanchonete onde são vendidos petiscos e bebidas. O ritmo do forró embala os tripulantes. No repertório os clássicos de Luiz Gonzaga, canções de Alceu Valença, Fagner, Gilberto Gil, Lenine, entre tantos outros nomes da Música Popular Brasileira.



O Passeio pelas águas do Velho Chico



 Foto do Matraqueando.com



Durante o trajeto de 17 km pelo rio, as formações rochosas vão se revelando e ganhando nomes interessantes, como a Pedra da Àguia, a Pedra do Japonês e o Morro dos Macacos. Em um destes paredões, o pode-se apreciar, encravada  na pedra, uma imagem de São Francisco, como que a proteger e abençoar todos que por ali passam. O acesso a ela é feito somente por pequenos barquinhos, que se aproximam de uma escada esculpida na parede e por ela sobem até chegar à imagem.









           
                                                     Foto de Luiza Machado



O Caminho das Águas e seu Entorno  Monumental














Após percorrer todas essas belezas por cerca de 1 hora chega-se ao ponto alto do passeio: o Paraíso do Talhado, que tem as formações mais belas. Elas medem cerca de 30 metros e têm uma cor alaranjada. Para completar, a água ganha tons bastante esverdeados, revelando um contraste muito bonito. Nesse ponto, o catamarã faz uma pausa de uma hora para os turistas mergulharem nas águas do rio São Francisco.








A parada para banho acontece no local conhecido como Porto de Brogodó, uma plataforma flutuante com duas piscinas: uma com um pouco mais de um metro de profundidade e a outra com 10 metros. Macarrão flutuante fica s disposição dos banhistas.  Quem não quiser entrar na água pode ficar por ali, na sombra da barraca do porto, tomando uma água de coco ou visitando a lojinha de souvenirs.









Nessa parada no Porto de Brogodó pode-se pegar  um barquinho ( tipo canoa) para chegar na Gruta do Talhado com seus paredões avermelhados. Um passeio rápido, que entre ida e vinda não leva mais que 10 minutos. Vale a pena ir até lá pois é considerado um dos pontos mais fascinantes do passeio.









Ao sair da plataforma, o catamarã retorna pelo mesmo trajeto, navegando por mais 1 hora até atracar no Restaurante Karranca’s finalizando o passeio.


O Retorno do Passeio












Fontes:


. Pesquisas Google - Sites:


1. http://www.matraquiando.com.br/canion-do-xingo-como-visitar-o-belissimo-atrativo-que-projetou-o-sergipe-no-mapa-turistico-nacional#ixzz4mFmFxTO9Al 
2 .       https://www.rodasnospes.com/canion-do-xingo
3 .       https://g1.globo.com/jornalhoje/noticia/2015/06/canion-do-xingo-e-paraiso-que-fica-no-meio-do-sertao-sergipano.html
        

Fotos:

1 - Imagens Google - Sites:


.https://www.tripadvisor.com/LocationPhotoDirectLink-g2000714-d3211003-i149084679-Xingo_Canyons_Caninde_de_Sao_Francisco_State_of_Sergipe.html
ttps://www.matraquiando.com.br/canion-do-xingo-como-visitar-o-belissimo-atrativo-que-projetou-o-sergipe-no-mapa-turistico-nacional#xzz4mFmFxTO9Al  https://guia.melhoresdestinos.com.br/canions-do-rio-sao-francisco-182-4855-l.html
 .       Foto de Luiza Machado
Blog http://partiupelomundo.com
http://www.viagemdefuga.com.br/wp-content/uploads/2016/12/karrancas-restaurante.jpg

2 - Acervo do Vento Nordeste
           Fotos de Arilza Soares
      
3 - Edição de Fotos: Programa PicMonkey