FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

TEMPERANDO A VIDA - COLORAU / URUCUM - MUITO ALÉM DO QUE UM SIMPLES CORANTE



Não lembro de nenhum outro condimento  usado pela minha família que desse mais realce a um prato. Preparar uma galinha caipira sem colorau nem pensar! Uma canja sem uma pitadinha de colorau, "fica com cara de comida de doente", já dizia a minha avó. O fato é que  em toda cozinha, dessas bandas do Nordeste tem sempre um vidrinho de colorau.Tem quem ache que não tem sabor, que serve apenas como corante, mas quem se acostumou a usá-lo com frequência sabe bem distinguir o sabor que ele confere aos alimentos. Não tem a acidez do molho de tomate e bem dosado, torna os pratos salgados saborosos, de um colorido atraente que  aguça o apetite de quem senta à mesa.





Na nossa culinária, a forma mais comum de encontrar o colorau é em pó, que deve ser bem seco e solto. Mas também pode ser encontrado em forma de óleo. O seu preparo é simples e pode ser feito artesanalmente, basta que se tenha à mão as sementes do urucum. Essas sementes devem ser colhidas nos cachos devem ainda maduros. Em seguida, são postos para secar, diretamente no sol, processo que pode durar de um a três dias, dependendo do sol. Depois, deve-se debulhar os cachos, já secos, colocando os caroços em um recipiente até a hora de usar.
Ao preparar o colorau deve-ser ter cuidado com as sementes mofadas, pois em tempo chuvoso isso pode acontecer.


RECEITA CASEIRA DE COLORAU




A receita é simples. Basta colocar uma porção de sementes do urucum, já secas, em uma panela com duas colheres de sopa de óleo. Quando o urucu começar a manchar a colher de vermelho, acrescente fubá de milho, na mesma quantidade dos caroços ou até um pouco mais, se preferir deixar o colorau menos vermelho.
Mexa a mistura no fogo brando por cerca de cinco minutos. Depois, soque a mistura com um pilão. Vá mexendo com uma colher, dando mais algumas socadinhas. Retire a mistura e passe-a em uma peneira de arame de malha fina para separar o colorau das sementes. Guarde o colorau em vidros secos e bem fechados.


URUCUZEIRO OU URUCUEIRO



I - A PLANTA

Urucum ou urucu é o fruto do urucuzeiro ou urucueiro, cientificamente chamada de Bixa Orellana. Planta originária da América do Sul, mais especificamente da  Região Amazônica, que chega a atingir até seis metros de altura. Apresenta folhas de cor verde-claro e  flores rosadas com muitos estames. Seus frutos são cápsulas armadas poe espinhos maleáveis, que se tornam vermelhas quando ficam maduras: no interior dessas cápsulas se encontram sementes dispostas em série, de trinta a cinquenta por fruto, envoltas em arilo também vermelho.
É uma planta exuberante, seja pela beleza de suas flores, seja pelos seus vistosos cachos de frutos.






II - NOMES POPULARES

  • No Brasil : Urucum - Urucu - Açafroa - Açafroa da Bahia - Açafroa da terra - Açafroa indígena  
  • No Peru:, Colômbia e  Cuba: Atolé - Achiote - Bija
  • Na Venezuela: Achiote - Bija  -  Anoto  
  • No México: Achiote
  • No Paraguai e nas Guianas: Rocou - Recoye



IV USO E APLICAÇÃO

                                      Preparação do urucum para pintura
                                                  do corpo dos índios

O pigmento vermelho extraído das sementes é usado pelas tribos indígenas brasileiras como corante para o corpo, protetor de pele contra os raios solares e picadas de insetos.
É amplamente usado na Industria Alimentícia como condimento e como substituto  de corantes artificiais nas industrias de panificação, bebidas, sorvetes e massas. Na Indústria Textil é usado como pigmento para a fabricação de tintas.Tem grande aplicação na Industria de Cosméticos, para a produção de produtos como óleos de bronzeamento e protetores solar.
O resíduo dos frutos, depois de retiradas as sementes,servem para a alimentação animal e adubo orgânico.

V - PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS



Na literatura etnofarmacológica, atribui-se ao urucum , mais precisamente às sementes, algumas propriedades que favorecem a digestão, atuando como tonificante do aparelho gastrointestinal, como antifebril e antigripal. As sementes são indicadas também no tratamento caseiro das palpitações do coração, crises de asma e coqueluche.
Na forma de chá, infusão, maceradas em água fria, ou ainda como xarope são usadas nos casos de faringite e bronquite. 
A massa obtida da maceração das sementes é indicada para ser colocada externamente nas queimaduras a fim de se evitar a formação de bolhas.
O cozimento das folhas (decocto) é aconselhado para atenuar os enjôos da gravidez.
Para enxaqueca: Colocar na fronte.2 folhas untadas com óleo canforado. 
Todas essas propriedades, no entanto, não foram ainda confirmadas pela ciência. Há de se observar também os efeitos colaterais do uso indiscriminado do Urucum. Estudos realizados com a casca indicaram "efeitos tóxicos no fígado, pâncreas acompanhados de hiperglicemia". (Morrison e West, 1985; Morrison e cole, 1987).

FONTES:

  • Lorenzi, H. et al. 2002. Plantas Medicinais no Brasil.
  • Vieira, L. S. 1992. Fitoterapia da Amazônia.
  • Pesquisas Web - Site: Catálogo Rural
  • Pesquisas Web - Site: Brasil Rural

FOTOS:

  • Imagens Google
  • Acervo pessoal

5 comentários:

  1. Os belos Urucuzeiros da chácara do meu irmão, e o colorau que todo ano Pacica prepara pra mim. me inspiraram essa postagem.

    ResponderExcluir
  2. Nelson Marques
    Estamos sintonizados Arilza . Botei um post de urucum também no Cadernos do Interior rs. Parabéns. Ficou ótimo o material. Beijos.
    http://cadernosdointerior.blogspot.com/2012/02/o-maravilhoso-urucum.html

    Cadernos do Interior: O maravilhoso urucum
    cadernosdointerior.blogspot.com

    ·
    Arilza Pereira
    Nossa Nelson ´é realmente muita sintonia! Eu juro que não vi sua postagem.Desde a semana passada, quando cheguei da Chácara do meu irmão, eu começei a fazer e somente agora terminei.Vou ver a sua; Bjos

    Nelson Marques]
    Beleza, mas assim é que bom. E vamos trabalhando em sintonia que a coisa fica melhor ainda. Achei foi formidável termos falado de URUCUM, simultaneamente, sendo que isso é uma total improbabilidade estatística hehehehe Valeu e parabéns sempre pelo VENTO NORDESTE que está bom demais.
    há 48 minutos no Facebook

    ResponderExcluir
  3. Essa postagem tem sabor de nostalgia para mim. Na casa dos meus pais havia um urucuzeiro. Com as obras e mudanças na casa ele acabou sendo retirado. Uma pena! Era lindo e vivia carregado de urucum. Eu costumava mostrar aos meus alunos e fazia tinta com eles. Saudades!!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa!ao ler o texto,senti o gôsto da comida da vóvó,que saudade.

    ResponderExcluir
  5. o urucum não provém da mamona é outra planta.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...