FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

quarta-feira, 15 de junho de 2011

SABOR SAUDADE: CAVACO CHINÊS

                                           
                         



Pelas ruas de Natal não é raro escutar o som do triângulo tocado pelo vendedor anunciando seu produto: Tilingue, tilingue, tingue, tilingue, tilingue, tingue... Soa bonito aos ouvidos de quem se habituou a comprar aquelas "hóstias enormes". Soa doce! E eu continuo correndo atrás do vendedor  como fazia quando criança.. Ei cavaco! Cavaco!...



   VENDEDOR DE CAVACO CHINÊS 
DAS RUAS DE NEÓPOLIS/NATAL-RN




O vendedor atende o meu pedido, abre o tambor, e puxa um pacote com algumas unidades acondicionadas em um saco plástico. Antigamente era vendido, um a um, sem embalagem - lembro que, antes mesmo que a gente pudesse saboreá-lo o vento já levava a metade do cavaco. Hoje em dia, nem sei se acho tão saboroso; gosto da suavidade de sua textura, de sua forma lembrando uma grande hóstia - uma hóstia profana que alimenta nossos corações e nos faz voltar a infância.




VAI UM CAVACO?



Cavaco chinês é um biscoito muito fino de formato arredondado, feito com uma masa de farinha de trigo e açúcar, de sabor agradável, que se dissolve muito facilmente na boca. Cada cavaco é feito individualmente numa prensa.
Não se sabe ao certo  sua origem, mas com certeza não é chinesa. É provável que  tenha entrado no Brasil pelas mãos dos portugueses. Alguns pesquisadores afirmam que é originário da Índia.  
 


                                                                             
Os vendedores carregam os cavaquinhos dentro de uma lata de flandre ou alumínio de forma cilíndrica, preso às costas atado por uma arreata de couro. Mas, o mais marcante nesses  ambulantes, é o toque do triangulo, num compasso estridente e cadenciado. Aonde quer que se encontrem é assim que esses vendedores se apresentam. Um jeito inconfundível de trabalhar! Tingue, tilingue, tingue...



O inconfundível som do vendedor de Cavaco Chinês






Vendedor de Cavaco Chinês pelas ruas de Natal






FONTES:
  • Pesquisas Google - Wikipédia
  • Jornal tribuna do Norte - Natal/RN

FOTOS:
  • Imagens Google
  • Acervo pessoal - Arilza Pereira
  • Edição das fotos: Programa Pic-Nic- Yahoo/BR

VÍDEO: Vanderlei do Cavaco

  • Postado no You Tube e Publicado em 31 de mar de 2014 -  www. garoeiro.com.br








w








13 comentários:

  1. Cavaco chinês passa todos os dias na minha rua e gosto de comprar de vez em quando.Já pirulitos desse tipo só vejo lá pras bandas do caminho de Muriu.

    ResponderExcluir
  2. Ei Arilza é só vc vir aqui para o Planalto onde moro que vc vai matar a saudade de tudo isso.Aqui tem de tudo na minha porta.

    ResponderExcluir
  3. Essa foi demais cavaco chinês kkk e pirulito.
    tenho duas experiencias com essas maravilhas de iguarias, com o cavaco chinês , ele era tão fininho que muitas vezes o vento levava antes da gente dar a primeira mordida qtas vezes aconteceu comigo,kkkk e com o pirulito grudava no meu dente kkkkk, mas nem sei dizer qual era o melhor, ai que saudades, qdo eu ia Natal com minhas filhas pequenas inicio dos anos 80 ainda passva na Rua da minha mãe , e graças a Deus elas tb conheceram até hj falam de cavaco chinês que uma( Marcele) denominou na linguagem dela aos 3 anos "Caçaponês"kkkkkk só vc Arilza prá fazer a gente lembrara de coisa tão boas marcantes e maravilhosas bjus

    ResponderExcluir
  4. Meu pai comprava cavaca, é assim que conheci, cavaco é novidade pra mim. Bom, cavaca ou cavaco, em comum a gostosura!!!

    ResponderExcluir
  5. Pirulito enrolado de forma cônica, quantos a gente não lambeu, inclusive por cima do papel que os enrolava, pois ficavam grudados, Cavaco chinês, aqueles tililins tililins do cara do triângulo, anunciando de longe, o cara as vezes estava na rua 2 de novembro ou na Teófilo Brandão ainda, e a gente já ficava ligado no som e pensando no gosto do “papel doce” que a gente ia devorar.
    Comentário de Eduardo Souza- Rio Branco Acre

    ResponderExcluir
  6. ‎Arilza, quando eu era moleque, não podia pegar num trocado, que iria logo atrás de um dos vendedores de "pirulito". kkkkk (era bom demais). Abç.
    Edmilson oliveira - Natal/RN

    ResponderExcluir
  7. Era exatamente assim Arilza,muitas vezes comia-se o papel pq ficava tudo grudado.E isso não era problema.....era gostoso demais!!!Que saudades da minha infância querida...
    Maria Luiza Nolasco- Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  8. Pirulitos- isso é bom demais!
    Narciso Rosa - Recife/Pernambuco

    ResponderExcluir
  9. Aí que saudade!
    Diana de Castro \pinheiro - Natal/RN

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus!!!! como eu adorava esses pirulitos, ja não existem mais....

    Edna Sobral-Natal/RN

    ResponderExcluir
  11. A RECEITA DE CAVACO CHINÊS NINGUÉM TEM,NE?? =(
    acabei de comprar aqui na minha rua kkkk
    bom demais!!

    André , Natal - RN

    ResponderExcluir
  12. Me lembro de que quando era menino e o vendedor de cavaco chinês apareceia com o seu inconfundível instrumento de percussão era uma festa só na rua.
    Bons tempos que dificilmente voltarão...

    Idevaldo.
    Tangará-RN.

    ResponderExcluir
  13. Adorei a materia, vou experimentar fazer...Um grande abraco

    Christiane Lefevre
    http://receitaforrobodo.blogspot.com/

    ResponderExcluir