FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

sábado, 12 de maio de 2012

AS CATADORAS DE MANGABAS DE SERGIPE - RECEITA DE ROCAMBOLE DE MANGABA



Só recentemente, quando pesquisava sobre Mangabas é que tomei conhecimento desse projeto que está sendo desenvovido em Sergipe.Iniciativas como essa merece todo nosso aplauso e não pensei duas vezes em divulgá-lo. A postagem a seguir são fragmentos transcritos do Site Oficial das Catadoras de Mangabas, site por sinal muito bem produzido que merece ser visitado por quem se interessa por projetos dessa natureza.




As Catadoras de Mangaba são mulheres, extrativistas, lutadoras, defensoras de uma das maiores culturas sergipana e brasileira – a cultura da mangaba. Uma fruta nativa do litoral do nordeste e dos cerrados do Brasil que está presente nas áreas nativas nas quais populações tradicionais praticam o extrativismo há séculos.
Em Sergipe existem cerca de 5.000 (cinco mil) famílias que desenvolvem o extrativismo da mangaba como atividade econômica. Uma atividade predominantemente realizada com o trabalho feminino em que as mulheres cuidam da conservação da espécie, desenvolvem práticas e saberes de manejo e, zelam por um patrimônio cultural material e imaterial.
Organizadas, as mulheres extrativistas entendem que necessitam ampliar suas ações, socializar os conhecimentos e as práticas alimentares, se comunicar com o mundo, enfrentar o modelo de desenvolvimento que ameaça a existência da mangabeira, gerar renda e tecer vida justa e ecologicamente sustentável em Sergipe.
Conheça um pouco mais sobre esse trabalho.



O projeto Catadoras de Mangaba, gerando renda e tecendo vida em Sergipe visa alcançar a organização de associações nos sete municípios onde serão realizadas suas atividades: Japoatã, Estância, Indiaroba, Barra dos Coqueiros, Pirambu, Japaratuba e Itaporanda D’ Ajuda. Busca, portanto, atender diretamente a 600 Catadoras de Mangaba e, indiretamente, a 1.357 famílias que trabalham em terras devolutas ou de terceiros. As linhas de ação do projeto são geração de renda e oportunidade de trabalho.





A Associação das Catadoras de Mangaba e Indiaroba (Ascamai) é uma organização sem fins lucrativos das mulheres extrativistas da mangaba em Sergipe. Foi criada em 2009, visando abrir espaço para que as Catadoras pudessem, por meio de um trabalho coletivo, fomentar ações ecologicamente sustentáveis e socialmente justas capazes de promover seu desenvolvimento socioeconômico. Com a conquista do patrocínio da Petróleo Brasileiro S/A - PETROBRAS a Ascamai ganhou recursos para estender seu trabalho, que acontecerá em 24 comunidades de sete municípios sergipanos.

                                 Documentário: As Mulheres Mangabeira*




“Através das histórias contadas pelas mulheres dos municípios da Barra dos Coqueiros, Estância, Indiaroba, Itaporanga D’Ajuda, Japaratuba, Japoatã e Pirambu, pode-se perceber os simbolismos, os cantos, as lutas e a buscas por uma vida mais digna na terra do cacique Serigy [Sergipe]. O vídeo nos convida a uma reflexão sobre as perspectivas de desenvolvimento para as comunidades rurais do nosso Brasil Profundo”, destaca Rita Simone, uma das entusiastas do projeto.



Entre outras atividades o Projeto Catadoras de Mangabas procura incentivar a multiplicação dos conhecimentos adquiridos e o aumento da capacidade de produção e comercialização dos produtos da mangaba: trufa, bala, licor, geléia, mousse, bolo, biscoito e mangaba desidratada.
As Catadoras contam com os seguintes pontos para venda dos seus produtos:
Pontos de Venda

Barra dos Coqueiros: 9821.2291
Indiaroba: 9957.5302

Itaporanga: 9953.6238
Japaratuba: 9961.3401
Japoatã: 9902.7002
Pirambu: 9832.1563




As mangabeiras, mesmo reconhecidas como árvore símbolo do Estado de Sergipe, estavam sistematicamente sendo arrancadas pelos projetos imobiliários e de monocultura, ou mortas pelos venenos derramados pelos tanques de carcinicultura. As mulheres reunidas no I Encontro das Catadoras de Mangaba de Sergipe, decidiram levantar sua voz e, com ajuda de pesquisadores e das Quebradeiras de Coco Babaçu do Maranhão (Mota et al., 2008), realizaram, em 2007, o I Encontro das Catadoras de Mangaba. Surgiu aí o Movimento das Catadoras de Mangaba de Sergipe (MCM).










O CD reúne 18 músicas populares cantadas pelas comunidades onde ocorre a cata de Mangaba. Entre os ritmos presentes no CD estão o samba de roda e de coco, o reisado, o baião e alguns outros gêneros musicais que são cantados pelas pessoas das comunidades onde é executado o projeto. O CD conta também com um hino, escrito pelas próprias catadoras, que relata as dificuldades vividas frente às colheitas. “Ele é importante porque mostra esses os lados: a nossa alegria e os problemas e que queremos que esses problemas sejam solucionados” explica Patrícia de Jesus, catadora que preside o Movimento das Catadoras de Mangaba de Sergipe.


              RECEITA DAS MANGABEIRAS




ROCAMBOLE DE MANGABA


                            Ingredientes para a Massa

     
  • 7 colheres de sopa de açúcar
  • 7 ovos
  • 7 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 3 colheres de sopa de polpa de mangaba (fruta in natura passada na peneira)

                           








  •                     Ingredientes para o Recheio

  •   1/2 litro de leite
  •   3 colheres de sopa de amido de milho
  •   3colheres de sopa de polpa de mangaba
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 gema
  • 2 folhas de papel manteiga são necessárias para assar e enrolar o rocambole

Modo de Preparar


Prepare a massa batendo os ovos e o açúcar até ficar com a consistência de creme. Em seguida coloque a farinha de trigo e misture com a colher. Depois adicione a polpa de mangaba e continue mexendo.
Numa fôrma, forre o papel manteiga, espalhe um pouco de óleo sobre ele e despeje a massa. Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.
Enquanto isso, prepare o recheio misturando o leite, o leite condensado, o amido de milho, a manteiga, a gema e a polpa de mangaba. Leve ao fogo médio e mexa até engrossar. Desligue o forno e misture o creme de leite.
Quando a massa estiver pronta, retire com cuidado da fôrma e coloque sobre uma outra folha de papel manteiga. Em seguida espalhe o recheio e enrole aos poucos. Enfeite o rocambole com o que sobrou do recheio, mangabas carameladas também ajudam a dar o toque final.


RECEITA DAS MANGABEIRAS É EXIBIDA NO GLOBO RURAL













FONTE:
  • Site oficial das Catadorasde Mangabas- Sergipe
FOTOS :
  • Acervo do Site Oficial das Catadoras de Mangabas
  • Imagens Google
  • Edição de Fotos : Site PicMonkey
VÍDEOS:
1- As Mulheres Mangabeiras produzido por Rita Simone Liberato -Publicado no YouTube pela Catadoras de Mangabas em 30/04/2012
2 - Receita das Mangabeiras - Programa Globo Rural da TV Globo - Enviado ao You Tube pela Catadoras de Mangabas em 21/12/2011








Um comentário:

  1. Nunca comi mangaba mas já morro de vontade só pela propaganda que Arilza faz.

    Maria Luiza Nolasco - Rio de Janeiro

    ResponderExcluir