FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

CIC - 110 ANOS DE UMA HISTÓRIA QUE CHEGA AO FIM - QUE SERÁ FEITO DO IMENSO PRÉDIO ONDE FUNCIONOU O COLÉGIO?



Foto de Junior Santos



O fechamento do CIC é um fato consumado desde o ano passado. Foram 110 anos de uma história que chega ao fim. Nada mais a fazer! Agora ficam as interrogações: que destino será dado ao prédio onde funcionava o Colégio? Será vendido, arrendado, alugado? Será demolido para dar lugar a um prédio modermo, como se tem feito em Natal? Essa é uma hipótese provável, já que não existe uma preocupação de se conservar o patrimônio arquitetônico da cidade - o próprio colégio já demonstra isso - sua fachada externa já está bem descaracterizada.



Fotos de Arilza Soares e Junior Santos



E a Capela? A minha capelinha linda, aconchegante, o que o destino lhe reserva? Nem gosto de pensar nisso! A garganta trava e os os olhos marejam - mas fazer o que? Agora só resta rezar e pedir a Virgem Imaculada que interceda para que as imagens e o Santíssimo dessa capela encontrem um lugar de acochego e carinho, caso essa venha a ser demolida.



Foto de Valdir Julião



Não sei em que pé estão as negociações nesse momento. A última informação que tive, data ainda do mês de abril, quando li o artigo publicado no Novo Jornal, pela jornalista Larissa Moura cujo texto repasso na íntegra, intercalada com algumas fotos. Se alguem tiver informações mais recentes peço que publique-as nos comentários que atualizarei os dados. Eis o texto da Larissa Moura:


A solidão do CIC



FECHADO NO FINAL DO ANO PASSADO, IMÓVEL DO COLÉGIO MAIS ANTIGO DE NATAL AINDA NÃO FOI NEGOCIADO E ESTÁ OCIOSO.



Foto  Kallyna Kelly



A casa de 17 cômodos da Congregação Irmãs de Santa Doroteia é o único espaço que ainda funciona no antigo Colégio Imaculada Conceição (CIC), o mais antigo de Natal, que foi fechado no último dia 31 de dezembro de 2012, após 110 anos de funcionamento. Desde então, três das oito irmãs que trabalhavam na instituição ainda moram no local e apenas dois funcionários cuidam da manutenção e segurança do imóvel, que ainda continua em processo de negociação com outras instituições.



Foto de Ney Douglas/NJ



Segundo Maria CachoBelquior, diretora do CIC entre os meses de março e dezembro de 2012, foram utilizados pelo menos 18 armários para armazenar toda a documentação dos estudantes que passaram pela escola. Toda papelada será encaminhada para a Secretaria Estadual da Educação e da Cultura (SEEC). Além de registros de matrícula, atas e questões orçamentárias estão destinadas à sede da congregação em Recife (PE). 
De acordo com a subcoordenadora de organização e inspeção escolar do estado, Auxiliadora Albano, a documentação já tem local para ser destinada, mas aguarda na fila para passar pelo processo de digitalização antes de ser arquivado. E como se trata de um grande acervo, ainda não tem prazo para conclusão.



                                            Arthur Seabra



    A negociação do prédio colocado à venda ou para alugar tem sido o maior ponto de discussão entre as irmãs e ex-alunos, que acompanham de perto o processo. Por opção da diretoria local, as questões burocráticas estão sendo coordenadas pela irmã Maria do Carmo Santos, que é coordenadora da congregação em toda Região Nordeste e que mantém o processo em sigilo.
    Ainda segundo a irmã Maria CachoBelquior, algumas instituições de ensino ofereceram propostas de alugar a estrutura da escola por apenas um turno, o que possibilitaria que o prédio fosse locado para outros estabelecimentos em outros horários. A proposta, porém, foi recusada pelo conselho superior, por julgar ser negativo haver mais de uma diretoria institucional para dialogar sobre a vigência dos contratos.
    Um aviso de chamamento público foi publicado no Diário Oficial do Município pela Secretaria Municipal de Educação (SME) no  dia 17 de abril, solicitando a locação de imóveis na Região Central de Natal que atenda a alguns critérios pré-estabelecidos pela pasta, como área total de 7 mil metros quadrados, rede elétrica adequada e climatização.
    A titular da SEEC, Justina Iva, informou por meio da assessoria de impressa que não pode informar quais as escolas concorrem ao chamamento público. Garantiu, porém, que não houve negociação com o CIC desde o encerramento de suas atividades.







    Como se trata de um prédio construído pela própria ordem, a verba arrecadada no local após o fim das negociações irá para a congregação, que também sustenta outros 12 colégios em Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Rio de Janeiro(RJ), Minas Gerais (MG), São Luiz (MA) e Manaus (AM), além de duas faculdades e uma fundação em Recife, com foco no serviço social.




     OUTRAS IMAGENS DO CIC

    Fotos de Junior Santos












    FONTES


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...