FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

quinta-feira, 18 de julho de 2013

GUAMARÉ - A DESLUMBRANTE BELEZA NATURAL DESSE PEQUENO MUNICÍPIO DO RIO GRANDE DO NORTE






Uma natureza exuberante. Praias paradísícas. Manguezais preservados ao longo de dois  rios tranquilos, com fauna e flora proporcionando cenários encantadores. Dunas e lagoas com trilhas ecológicas naturais para serem apreciadas. Assim é Guamaré! Uma cidade com um grande potencial turístico que, malgrado a falta de estrutura, vale a pena conhecer. A presença dos Parques Eólicos, modificou o cenário natural, mas não sua beleza. A Petrobrás está presente com a Refinaria Clara Camarão, e é responsável pela renda per capita desse município, a maior do estado. O que entristece é comprovar de perto que uma cidade tão rica e tão bonita, seja tão abandonada pelos seus gestores. Dinheiro não falta aos cofres públicos para se investir nessa cidade e transformá-la num dos maiores polos turísticos desse país. Falta vontade política. O resto Guamaré tem!



A ORIGEM DO NOME




Para Câmara Cascudo o topônimo Guamaré é conhecido desde princípios do século XVII. 
O nome Guamaré - da junção dos dois vocábulos "àgua maré" se justifica em razão de sua localização às margens dos rios Miassaba e Aratuá.


GUAMARÉ O MUNICÍPIO








Guamaré é um pequeno município do estado do Rio Grande do Norte localizado na  Central Potiguar e pertencente ao chamado ao Pólo Costa Branca. Com uma área de 278,6 km², tem sua Sede banhada pelos rios Aratuá, Miassaba e Camurupim. Possui praias banhadas pelo oceano Atlântico e as ilhas: Presídio (Oceânica e fluvial), Casqueira (fluvial) e Ema (fluvial), e as lagoas:Doce, Salgada, Cajarana, Miassaba, Seca e Baixo.
Distante  170 km de Natal, Guamaré limita-se ao norte com o Oceano Atlântico. ao sul com o  município de Pedro Avelino, a leste com o município de Galinhos e a oeste com o município de Macau.



HISTÓRIA  POLÍTICA DO MUNICÍPIO




A História do Município remonta ao século XV, mais precisamente em 1605, quando o capitão Pero Coelho, aportou com a sua família e soldados, sobreviventes da tentativa frustrada de colonizar o Ceará. Salvaram-se  da fome comendo aratus e bebendo água do rio. Já no ano de 1612, encontrava-se registro da localidade de Guamaré no mapa de João Teixeira. 
Guamaré já pertenceu a município de Assú, passando por Angicos em 1833, de quem foi Distrito da Paz em 1834, com a população de 201 habitantes. Em 1847 pertencia ao território de Macau, onde permaneceu mesmo quando houve a restauração de Angicos em 1850. 




Solenidade no dia da Emancipação Política



Em 6 de setembro de 1837, os moradores de Guamaré enviaram à Assembléia legislativa uma petição pleiteando a criação da Vila Imperial de Guamaré e respectiva freguesia. A comissão deu parecer contrário por ser um lugar pouco povoado.
A tão sonhada emancipação só veio muito tempo depois, em 7 de maio de 1962, através da Lei n° 2.744, quando foi desmembrado de Macau, tornando-se um novo município do Rio Grande do Norte.




A IGREJA DE NOSSA SENHORA
 DA CONCEIÇÃO





Em 1783, o português Francisco dos Santos, morador de Caiçaras, construiu a Capela de Nossa Senhora da Conceição em gratidão por ter conseguido salvar-se com a sua tripulação, de uma tempestade, aportando em Guamaré







No ano de 1783, durante a construção da capela de Nossa Senhora da Conceição, uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição,  feita de marfim,  surgiu inesperadamente sobre o altar construído, e ficou conhecida como a "Primeira Santa de Guamaré". Anos mais tade, a capela passou por uma reforma e a imagem foi levada para um a residência localizada nas proximidades. Reza a lenda que, antes da reforma ser concluída a imagem da Primeira Santa de Guamaré, retornou sozinha ao seu santuário - ninguém da cidade tomou pra si o transporte da santa para a capela.



A ECONOMIA DO MUNICÍPIO





A economia do Município de Guamaré  que atualmente possui o maior pib per capita do estado, esteve, durante muito tempo, baseada na pesca e na extração do sal. Porém com a descoberta do petróleo em seu litoral em 1975, quando perfurou o primeiro poço na Plataforma de Ubarana  iniciou-se uma nova fase econômica em Guamaré.
Possui uma agricultura basicamente de subsistência e uma pequena atividade pecuária em expressividade, porém destacando-se a criação de ovinos e caprinos.








A Pesca ainda é uma atividade movimentada em Guamaré. Com o apoio da Colônia de Pescadores, o pescado abastece não só o Município de Guamaré, como também é vendido para outros Municípios. Há abundância de mariscos, siris e caranguejos nos rios de Guamaré. A Carcinicultura também é uma atividade em pleno desenvolvimento, tendo em vista que as antigas salinas estão sendo vendidas ou arrendadas, para projetos de criação de camarões em cativeiro.
O comércio local conta com pequenos supermercados, mercearias e feira livre. Quanto aos Serviços, Guamaré dispõe de alguns restaurantes, lanchonetes bares, sorveterias,  pequenas pousadas e  hotéis, com alguns bares na orla marítima.




A REFINARIA CLARA CAMARÃO





A Refinaria Potiguar Clara Camarão (RPCC) é uma das cinco unidades de refino projetadas pela Petrobras visando transformar o Rio Grande do Norte no único estado do país com autossuficiência na produção, ou seja, visando dá ao  Brasil a capacidade excedente de derivados, principalmente óleo diesel de alta qualidade, para exportação. Todo petróleo processado pela refinaria é o produzido no Rio Grande do Norte.






Com capacidade para processar 30 mil barris de petróleo por dia , além da gasolina o Polo  Industrial de Guamaré  produz também  gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, diesel e querosene de aviação (QAV), atualmente produz também gasolina e diesel com qualidade internacional, além de nafta petroquímico.





A produção terrestre teve início em 7 de janeiro de 1983. A presença da Petrobrás em Guamaré foi fator considerável para seu desenvolvimento. Para o Pólo Industrial de Guamaré, converge todo o óleo e gás produzidos na Plataforma Continental do RN e grande parte da produção terrestre. Atualmente mantém uma unidade de processamento de gás natural e uma planta de produção de diesel, o Pólo de Guamaré abastece o RN e parte de outros estados com esses dois combustíveis e gás de cozinha. 




O PARQUE EÓLICO ALEGRIA






O parque eólico Alegria construído no município de Guamaré foi projetado  para gerar  um total de 151,9 MW. Previsto para ser o maior parque eólico do país, abrange uma área de 1.900 hectares na praia do Minhoto, a aproximadamente 170km de Natal. O parque é composto por duas unidades: Alegria I e Alegria II. O empreendimento é uma iniciativa da News Energyu Options Geração de Energia, uma empresa brasileira, controlada pelo grupo Multiner, sediado no Rio de Janeiro.
A localização do parque é altamente estratégica, já que a região apresenta excelente regime de ventos, com média anual de velocidade de 8.5 metros por segundo.










O aerogerador eólico tem peso total de 300 toneladas e sua torre de concreto e aço mede 108 metros de altura.Possui três pás de fibvra de vidro medindo 42 metros cada.


O MELHOR DE GUAMARÉ




Cercada de Dunas, Praias, Marés e Mangues, a natureza faz toda a diferença em Guamaré. Cercada pelos rios Aratuá e Miassaba. a orla dá cidade pode ser apreciada dos dois lados. Banhada também pelas águas do Oceano Atlântico a Praia do Minhoto e o Recanto do Amaro, proporciona bons momentos de lazer. As dunas entrecortadas de lagoas formam um cenário à parte. Mas nem só de natureza vive o povo de Guamaré: os eventos sociais e religiosos dão o clima de festa à cidade e sua rica culinária, baseada nos frutos do mar e dos manguezais, satisfaz ao paladar mais exigente.



A BELEZA DE SUAS ORLAS


1 - A ORLA MARGEANDO O RIO ARATUÁ



2 - A ORLA MARGEANDO O RIO MIASSABA






A PRAIA DO MINHOTO E O RECANTO DO AMARO






A praia do Minhoto em Guamaré é um lugar paradisáco formado por piscinas naturais e dunas brancas. O mar do Minhoto tem águas limpas e bem salinizadas.Algumas barreiras servem de pequenos miradouros. No interior da praia há  uma colônia de pescadores  um parque eólico e criadores de camarão em cativeiro.
O recanto do Amaro, ainda guarda ares da fundação de Guamaré, como a vila de pescadores. Fica localizado em uma enseada que agora é tomado por parques eólicos. O visual paradisíaco da enseada é apreciado apenas pelos pescadores que resistem em algumas poucas casas, chamadas de ranchos, de madeira, a maioria delas com coberturas de palha seca de coqueiro.
No Canto do Amaro,nas poucas barracas rústicas de pescadores existentes na praia,  é possível se encontrar um cardápio simples mas muito saboroso com pratos de camarão, ensopados e caldos de siri, cação, arraia e otros peixes servidos cozidos ou fritos. Tendo sorte de  chegar na época permitida para a pesca, pode-se saborear uma magnífica lagosta.



AS DUNAS DE MANGUE SECO



As dunas de Guamaré formam um cenário à parte. Quem as visita se encanta  com aa paisagens produzidas pela ação dos ventos. Algumas lagoas são encontradas contribuindo ainda mais para embelezar o local. Para quem gosta de espetáculos da Natureza não pode deixar de apreciar o belíssimo pôr do sol das dunas de Mangue Seco.


O PASSEIO DE BARCO PELO RIO ARATUÁ







A maior atração de Guamaré, além da beleza do litoral, é o passeio ecológico pelo manguezal. Isso é possível devido ao braço de rio que permite uma navegação serena, além de oferecer ao visitante uma praia igualmente bela que os nativos chamam-na de “outro lado”, onde só se chega de barco.
Nesse passeio ecológico de barco  pelo rio Aratuá é possível apreciar as belas praias, as torres eólicas, o porto da Petrobrás, entre outras coisas. Pode-se ir até Galinhos no município vizinho, a Ilha Presídio ou optar para ir até o Recanto do Amaro.



AS FESTAS POPULARES E RELIGIOSAS DA CIDADE





Dos eventos  da cidade destacam-se as festas sociais e religiosas tais como: a Festa da Emancipação Política ( 07 de maio), da Vaquejada ( mês de agosto), Festa dos Navegantes ( datas alteradas) a Festa da Padroeira Nossa Senhora da Conceição (08 de dezembro), do Verão Vivo ( no mês de janeiro), o Carnaval, a Paixão de Cristo (Semana Santa) e as Festas Juninas.



FONTES:

  • Aristides Siqueira Neto - História dos Municípios - 2ª Edição - 2011 - Natal / RN
  • Miguel Dantas cavalcanti Neto - Praias Potiguares - Editora Foco / 2001 - Natal / RN
  • Pesquisas Google - Sites:

  1. http://oguamareense,blogspot.com.br/p/historia-de-guamare.html
  2. http://www.ferias.tur.br/informacoes/7179/guamare-rn.html
  3. http://www.guamare.rn.gov.br/turismo.php



FOTOS:



  • Acervo do Vento Nordeste
  • Imagens dis´poníveis no Google
  • Edição de Fotos:
  1. Site Pic Monkey
  2. Programa Scrapee Net                     





5 comentários:

  1. Narciso Rosa Veras
    Morei lá e nem sabia da história!
    Valeu pela postagem, tia!

    Comenário via Vento Nordeste - Facebook

    ResponderExcluir


  2. Matheus Wagner
    Gostei muito do texto. Depois podiam fazer uma pesquisa sobre uma cidade que quero muito conhecer, Jardim do Seridó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PRECISO CONHECER ESSA CIDADE MATHEUS, PARA PODER FALAR SOBRE ELA. QUEM SAVE NA MINHA PRÓXIMA VIAGEM AO NORDESTE POSSA IR ATÉ LÁ. UM ABRAÇO

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Excelente Blog, Informações muito significativas sobre o Município de Guamaré.
    Excellent Blog, very significant Information on the Municipal district of Guamaré.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...