FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

BATE-BATE DE MARACUJÁ - SABOR SAUDADE -SABOR DOS ANTIGOS CARNAVAIS EM RECIFE





"Neste Carnaval / Quá, quá, quá, quá / O prazer é gargalhar / E com bate-bate de maracujá / A nossa vitória / Vamos festejar"


Nesse clima momesco é impossível não lembrar de Recife, onde passai memoráveis carnavais. Como não lembrar então de bate-bate de maracujá? Esse nunca faltou na casa de de dona Joaquina, uma foliã de 83 carinhosamente chamada de Vó Joaquina por todos nós. Lembro de um filtro de barro que ficava num cantinho da varanda, com o bate-bate  que ela oferecia a todos que  adentrasse à sua casa. Eu  gostava do sabor, mas bebia de forma moderada porque era uma bebida forte. Vó Joaquina não está mais entre nós, mas sua neta Alice continua fazendo o bate-bate de maracujá a cada carnaval ou outros festejos familiares, do jeito que a avó ensinou.


BLOCO DA VITÓRIA - NELSON FERREIRA




RECEITA DE BATE (BATE TRADICIONAL)




  • 1/2 Garrafa de cachaça de boa qualidade
  • 1 Copo de suco de maracujá concentrado, feito com a própria fruta.
  • 1/2 Copo de mel de engenho

MODO DE PREPARAR



Juntar todos os ingredientes em um recipiente, bater bastante com uma colher de pau até que tudo fique muito bem misturado. Coloque em um filtro de barro. Está pronto para servir.



BATE-BATE COM MEL DE ENGENHO OU AÇÚCAR?



A receita acima me foi dada pela avó de uma amiga pernambucana Dona Joaquina de Oliveira. Descendente de escravos ela dizia que a receita era a mesma usada pelos seus avós e que foi passada, de geração à geração, pela tradição oral. Vó Joaquina tinha fama de fazer o melhor bate-bate da redondeza. Ela defendia com entusiasmo sua receita e dizia que o bate-bate original era feito com mel e não com açúcar. "Maracujá com cachaça e açúcar  eu conheci depois - é isso que vocês mais novos chamam de batida de maracujá" -  afirmava
Já Câmara Cascudo define o bate-bate  como "um coquetel de aguardente, açúcar e limão, revolvido com um misturador elétrico ou a mão.Substituiu-se o limão pelo maracujá, abacaxi ou outro sumo de fruta, tomando a bebida o nome dessa última, bate-bate de maracujá etc. O mesmo que bastida, sempre gelado".


ORIGEM DA BEBIDA BATE-BATE 




Não se sabe precisar o momento em que  se misturou cachaça, mel e maracujá. É bem possível que a mistura tenha surgido entre os negros escravos dos grandes engenhos pernambucanos que se alastravam por todo Nordeste Mas isso é apenas uma hipótese.  O próprio Câmara Cascudo, um mestre no assunto sobre a História da Alimentação no  Brasil  (Título de um dos seus livros,) ao se referir a bebida, no seu dicionário do Folclore Brasileiro, não faz nenhum comentário sobre a origem do bate-bate.


SOBRE O MARACUJÁ




O maracujá é uma planta trepadeira  da família das Passifloráceas conhecida como maracujazeiro, originária da América Tropical sendo muito abundante em todo Brasil. O fruto pode apresentar uma coloração amarela ou vermelha. A bela flor, considerada por muitos exótica  é conhecida como "flor da paixão". Suas folhas e raízes contém uma substância semelhante à morfina - a passiflorina, empregada como calmante. A polpa, parte comestível do maracujá, é formada  por sementes amarelas pretas coberta de uma substância amarela e translúcida, ligeiramente ácida e de aroma acentuado. Além de possuir alto valor nutritivo,  é  rico também em  vitamina C, vitaminas do complexo B e alguns minerais como Ferro, Cálcio e Fósforo.
A fruta pode ser consumida ao natural ou em sucos, sorvetes. mousses  e bebidas com teor alcoólico como licores, batidas, caipirinhas e o famoso "bate-bate" pernambucano.



FONTES:


  • Luís da Câmara Cascudo - História da Alimentação no Brasil-Editora Global - São Paulo/ 2011
  • Luís da Câmara Cascudo - Dicionário do Folclore Brasileiro -Ediouro Publicações - São Paulo
  • Mário Souto Maior e Rúbia Lóssio - Dicionário do Folclore para Estudantes - Editora Massangana - Fundação Joaquim Nabuco - PE / 2004
  • Joaquina de Oliveira - Recife/PE - Receita de Bate-bate

FOTOS:     
  • Imagens Google
  • Edição de Fotos: Site Pic Monkey   

VÍDEO:
  • Bloco da Vitória -Nelson Ferreira - Postado no You Tube por "joseivaniomorais" em

  




4 comentários:



  1. Dioberto Nascimento via Vento Nordeste

    TOMEI MUITO BATE-BATE DE MARACUJÁ,NOS CARNAVAIS DE MACAU NO INÍCIO DOS ANOS 60......

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog...e ainda falando de Recife entao....amei.

    Beijinhos

    http://virandocomida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. "Bate bate com doce, eu também quero! Eu também quero, eu também quero!" (8)

    ResponderExcluir
  4. No Beco da lama, perto do bar do Aracati, tinha uma venda.Além de uma meladinha feita na hora era também servida um bate-bate de maracujá.Hebel Costa- Natal / RN

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...