FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

ATHENEU NORTE -RIOGRANDENSE - EX-ALUNA COM MUITO ORGULHO





Ex-aluna com muito orgulho! Quem foi aluno do Atheneu até a década de 70 conhece esse orgulho que estou me referindo. Ser aluno da melhor escola pública do Estado, numa época em que o ensino público sobrepujava o ensino particular, era uma credencial e tanto! Mais que uma instituição de ensino, o Atheneu foi pra mim uma escola de vida. Sob sua égide,  entrei de corpo e alma no movimento estudantil, e aprendi a lutar pelas causas que acredito. Infelizmente esse Atheneu que conheci está hoje decadente e pede socorro. A tristeza toma conta de mim, quando vejo o abandono em o meu querido colégio se encontra.
Mas quero começar falando de um tempo em que esse templo do saber era cultuado por todos; quero começar lembrando dos momentos de glória, desse que é, sem dúvida, o nosso maior Patrimônio.






Estudei no Atheneu nos anos 60, mais precisamente no período compreendido ente 1962 a 1964, quando fiz o curso Científico. Quanto orgulho eu sentia de estudar ali, naquele que era considerado a melhor escola da cidade! Vestir aquela farda, verde e branca era uma honra -  uma espécie de manto sagrado, que deveria ser tratado com muito zelo. O uniforme descuidado, ou com o comprimento da saia acima do joelho era motivo para se levar uma repreensão e nem sequer entrar no Colégio. Atrasos também não eram permitidos - a pontualidade era tratada com o mesmo rigor.





 

A Direção era rígida, exigente e muito atenta. No entanto essa disciplina, quase de quartel, parecia não incomodar muito e passava praticamente despercebida,  diante dos momentos de camaradagem e amizade vivenciados dentro do Colégio. E falando desse rigor disciplinar, não posso esquecer da figura do "Inspetor de Alunos", caçadores eficazes "dos alunos indisciplinados". No turno da tarde, horário de funcionamento do Atheneu feminino, essa figura era representada por Dona Ezilda. Olhos atentos e defensora severa das ordens disciplinares do colégio, Dona Ezilda não deixava escapar nada; tínhamos todos que "andar na linha", senão era suspensão certa!



OS DIRETORES DO ATHENEU ENTRE 1962 E 1964:
CRISAN - TURNO DA MANHÃ/MASCULINO
 ANGELICA-  TURNO DA TARDE /FEMININO



Entrar para o Atheneu não era tarefa das mais fáceis. O famoso "exame de admissão" exigia do candidato muito preparo intelectual. O escritor e ex-aluno Juarez Chagas assim afirma: " Passar no exame de admissão do Atheneu, uma proeza que igualava classes sociais através da capacidade e conhecimento, era mais que uma conquista era um diferencial. A expectativa gerada pelo resultado era angustiante, gerando apreensão que só acabava com o resultado afixado nos murais do colégio com data e hora marcada, o que causava uma aglomeração de estudantes e familiares em grandes concentrações, na frente do colégio."






Com ensino de qualidade, o Atheneu cada vez mais se firmava como  o grande centro educacional do estado, responsável pela formação de gerações de alunos intelectualmente capazes e cidadãos conscientes. Os professores , na maioria, eram entusiasmados, exigentes, responsáveis e competentes. Eles também se orgulhavam de pertencer ao corpo docente de um colégio que sempre foi referência nacional.



A ATHENEU E O MOVIMENTO ESTUDANTIL





Mas o nome do Atheneu não está ligado apenas a sua tradição em relação ao ensino. O Atheneu é também lembrado  pelo exercício da democracia que  os movimentos estudantis proporcionava aos alunos. As campanhas acirradas para as eleições do Diretório estudantil Celestino Pimentel, com direito a torcida organizada, reuniões dos candidatos para traçar metas de campanha e de atuação durante o mandato,  reivindicações por melhorias de ensino, faziam surgir as lideranças estudantis, e nesse particular o Atheneu era um reduto político-estudantil muito forte, senão o maior da cidade. Nos anos 60, antes e depois de instalada a ditadura militar no país, muito dos líderes estudantis da cidade de Natal eram estudantes do Atheneu.



LÍDER ESTUDANTIL MORTO NA DÉCADA DE 70
 PELA DITADURA MILITAR



A história do movimento estudantil do Atheneu vem de longa data. Registros apontam que a primeira organização dos estudantes no Rio Grande do Norte, ocorreu no Atheneu, no ano de 1928, com a fundação da Associação Potiguar dos Estudantes (APE) que chegou a publicar um jornal intitulado "A Voz do Estudante".
Com o decreto do governo federal fundando o Centro Estudantil Brasileiro, a APE foi desativada, retomando suas atividades a partir de 1949. Em 1952, a União Brasileira de Estudantes Secundários (UBES), em Congresso realizado em Belo Horizonte, decidiu pelo reconhecimento da APE como entidade representativa dos estudantes secundaristas potiguares. Fez a defesa da APE o estudante Geraldo Melo.
Vele registrar também que o 1º presidente da entidade nacional dos estudantes secundarista (UBES) na gestão de 1948-1949, foi Luís Bezerra de Oliveira, estudante do Atheneu Norte-Riograndense.







Entre 1955 e 1956, inconformados com a decisão do governo estadual de demitir o professor Celestino Pimentel, que era considerado um ótimo diretor pelos estudantes, estes resolveram denominar de "Diretório Estudantil Celestino Pimentel" a entidade de representação dos estudantes do Atheneu.



O ATHENEU E OS JOGOS ESTUDANTIS






E o que dizer dos Esportes? Os jogos estudantis, foi um marco na história dos esportes na cidade. E o Atheneu participava de várias modalidades: volei, basquete, handebol, natação, atletismo, entre outras. Éramos sempre a principal atração nas competições. Quando o Atheneu ia jogar, todo colégio se mobilizava, ninguém queria perder um jogo, principalmente se jogasse Atheneu x Marista (equipe masculina) ou Atheneu x Escola Doméstica (Equipe  feminina) nossos grandes adversários.
A torcida durante os jogos era um campeonato à parte. Em meio a charangas, apitos e bandeiras agitadas, nosso grito de guerra ecoava alto:

Atheneu   existe apenas um / Mas como o Atheneu não pode haver nenhum. 



                                           

"Passou, passou, passou, um avião / E  nele tava escrito que o Atheneu é campeão"
                                 
E fomos muitas vezes! Na década de 60 (1963 / 1964/ 1965/ 1966 e 1967) colecionamos títulos de campeões ou vice-campeões dos jogos estudantis, tanto do masculino como do feminino. Éramos imbatíveis em várias  modalidades,  mas  uma delas reinou absoluta por uma década: a Equipe Feminina de Handebol. Meninas que se superavam a cada jogo, orgulho de todas nós! 



O ATHENEU HOJE: RETRATO DO DESCASO E DO ABANDONO PÚBLICO







O Colégio que já foi símbolo da educação no Rio Grande do Norte, hoje bastante  deteriorado, está  com  sua estrutura comprometida e praticamente sem condições de funcionamento. Uma comissão de ex-alunos criou a campanha na cidade intitulada "Salve o Atheneu"  para chamar a atenção da sociedade e dos governantes, em busca de soluções para o problema.


DIA DO ABRAÇO AO ATHENEU



MOVIMENTO EM DEFESA DO ATHENEU
 PATRIMÔNIO DA EDUCAÇÃO NO PAÍS



Os organizadores de campanha liderados  Naldemir Saraiva, ex-aluna, funcionária , idealizadora e responsável pelo memorial do Atheneu,  juntamente com   todo empenho dos demais membros da dedicada comissão de ex-alunos, realizaram no dia 20/11 o ato público - um "abraço simbólico no Atheneu". Na avaliação de Naldemir  o evento foi um sucesso. Agora é continuar na luta, continuar cobrando do governo do estado as soluções cabíveis para pleno funcionamento do mais antigo Colégio Público Brasileiro.


 REPERCUSSÃO DO ABRAÇO NA IMPRENSA DO RN
O vídeo traz a excelente reportagem da Jornalista Anna Ruth, do Jornal Tribuna do Norte. Uma oportuna reflexão sobre o descaso politico e a falta de comprometimento dos nossos representantes, num estado onde há muito educação deixou de ser prioridade.



FONTES:


  • Naldemir Saraiva - Responsável pelo Memorial do Atheneu Norte-Riograndense
  • Juarez Chagas - Escritor - Artigos publicados no Google.
  • http://tribunadonorte.com.br/especiais/historiarn/historiarn_paginterna.php?id=150196


  • http://noticiaseducacionais.blogspot.com.br/2007_05_01_archive.html

FOTOS:
  • Acervo do Fotográfo Potiguar Esdras Rebouças Nobre
  • Acervo de Dinah Otoni/Vento Nordeste
  • Acervo de Arilza Soares/Vento Nordeste
  • Edição de fotos: 1- Site Pic-Monkey / 2- Site Scrapee .Net

VÍDEOS:
  1. Movimento em defesa do Atheneu - Publicado no You Tube por Coletivo Foque em 21/11/2012
  2. Panorama Político... Publicado no You Tube por Tribuna do Norte em 21/11/2012
                        

7 comentários:

  1. Olá... parabéns pelo blog e esse material do Atheneu tá muito legal! Manda essas suas fotos em boa qualidade pra gente. Entregarei ao Juarez Chagas para o livro. (fotos com boa qualidade).

    ResponderExcluir
  2. Arilza, mais uma vez fico emocionada com suas postagens, e essa então, vc me levou realmente aos anos 60 e 70, anos que tb tive o grande privilégio de estudar no Atheneu, entrei em 66 sai em 72, pois cursei ginasial e cientifico, e vc falando da rigorosa disciplina, me fez rir, naquela época começando a moda da mini saia, , tinha meninas que saiam de casa com a saia dobrada, e qdo chegavam na entrada tinham que abaixar a saia até a altura do joelho, e qdo saiam da escola dobrava a saia novamente kkkk tb lembrei que vi colegas pulando o muro lá perto do Silvio Pedrosa, pra gazear aula uma delas um dia quebrou o pé. Quanto orgulho sentíamos de usar aquele uniforme, e até vou falar uma frase de um ex professor de história que eu tive lá." O verdadeiro estudante do Rio Grande do Norte tem que passar pelo Atheneu.
    Marilda Nascimento - São Bernardo do Campo/SP

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkk Marilda eu era uma que adorava uma saia curta ( não lembro se na época a gente já chamava de mini-saia ou se a moda foi posterior a 64)Só sei que saia e voltava pra casa com a saia enrolada no cóis. Eu não gazeava aula, até pq a inspetora ( dona Ezilda) era minha vizinha e se eu fizesse qquer coisa meu pai sabia no mesmo dia. Saudadesssssssssssss Eu era feliz e sabia!

    ResponderExcluir


  4. Arilza, RESUMO DA ÓPERA!..SHOW DE BOLA!!...Confesso que seu empenho e envolvimento na "Causa",me impressionou bastante;sua paixão pelo nosso ATHENEU nos emociona e nos contagia.Sua atuação mesmo à distancia se aproximou daqueles que foram o nosso ABRE-ALAS,a nossa COMISSÃO DE FRENTE(Esdras,Naldemir,Juarez,Jacqueline) e tantos outros.Na certeza que a luta vai continuar e a sua participação será cada vez mais importante e eficaz, lhe parabenizo,ofereço o meu apoio e me coloco à sua disposição.SUCESSO!!!
    Dioberto Nascimento - São Bernardo do Campo/SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras gentis Dioberto. Estamos juntos nessa luta. Bjos

      Excluir
  5. ATHENEU...


    Quando o coração chega a sentir dor a alma transborda em lágrimas. (Salusa Ribeiro)

    Sou sensível ao ponto de não conter as lágrimas ouvindo relatos e observando o estado em que se encontra o Colégio Estadual do Atheneu Norte Riograndense, memórias da minha vida. (Salusa Ribeiro)

    ResponderExcluir
  6. ENCONTREI ESTA PÁGINA E FIQUEI MUITO EMOCIONADO. MEU CORAÇÃO BATEU MAIS FORTE, QUANDO VI A IMAGEM DE CRISAM SIMINÉIA, QUE FOI MINHA DIRETORA, NOS ANOS 63/64 QUANDO FUI ALUNO, EM 1964, DA QUARTA SÉRIE GINASIAL. QUANTA SAUDADE!!! IVANILDO TORQUATO LIBORIO

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...