FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

domingo, 15 de abril de 2012

BAÍA MAIS QUE FORMOSA - UM PEDACINHO DO PARAISO NO LITORAL POTIGUAR



Batizada pelos portugueses em 1612, encantados com sua beleza, Baía Formosa ainda respira um ar de colônia de pescadores. O nome original da baía, dado pelos índios, era Aretipicaba ( bebedouro dos papagaios). Já na estrada que liga a BR-101 à Baía Formosa, totalmente cercada por coqueirais, canaviais e mata nativa, é possível sentir o ar puro e começar a ver diversidade na natureza do lugar. Na chegada, o impacto visual da baía que originou seu nome. Dependendo da hora do dia as águas da baía apresentam uma coloração diferente: azul ou verde claros, dourada ou prateada, formando um belíssimo cartão postal. Praias desertas, rios encontrando com o mar, dunas, lagoas de água doce e a exuberante e preservada Mata Estrela, maior reserva de Mata Atlântica do Rio Grane do Norte, continuam encantando a todos com seus cenários bucólicos e paradisíacos.






De acordo com Câmara Cascudo, Baía Formosa era habitada doze anos anos antes da fundação de Natal, época da exploração do pau brasil. Em meado do século XVIII, quando terminou o corte do pau brasil, é que o local transformou-se em zona de pesca e praia de pescadores."Lavoura de cereais, ajudando as pescarias, notadamente as de albacoras, de outubro a dezembro, abundantes e famosas pelo sabor, capturadas na técnica do corso" escreveu Cascudo.






O acontecimento mais notável na memória popular foi a "matança de agosto", em 1877. A mando do latifundiário e do dono de Engenho Estrela, João Albuquerque Maranhão. Um grupo armado invadiu o vilarejo, tentando desalojar os moradores, alegando posse indevida e dizendo-se proprietários da enseada. A resistência foi organizada pelo pescador Francisco Magalhães que, com mais quatorze homens armados com facas e porretes, enfrentaram os agressores em luta violenta, conseguindo rechaçar os invasores. Em novembro de 1892, o núcleo de pescadores tornou-se vila do município de Canguaretama e, nessa época foi construída a capela de Nossa Senhora da Conceição.
O município foi emancipado de Canguaretama através da lei nº 2.338, de 31 de dezembro de 1958. Limita-se ao norte e oeste, com o município de Canguaretama, ao sul com o estado da Paraíba e a leste pelo Oceano Atlântico.



IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO





A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em homenagem a padroeira do município, foi fundada no ano de 1892, é o principal monumento arquitetônico construído na cidade. A sua fachada chama a atenção pela torre campanário de planta quadrada, construída em um dos lados da igreja. No seu interior se conserva uma bela imagem da padroeira da cidade. As celabrações religiosas acontecem todas as terças-feiras as 19h30. A capela pode ser visitada durante todo o dia.

                   
                  A PACATA CIDADE DE BAÍA FORMOSA





Nas ruas de Baía Formosa, pode-se encontrar uma tranquilidade sem igual. Nos bares, restaurantes, pizzarias, no mercado de artesanato, em tudo, está estampado a simplicidade e o clima pacato e aconchegante desse verdadeiro paraíso. Observar o por do sol na ladeira que dá acesso a praia do Porto é  um ritual imperdível na cidade. Vale a pena sentar em uma mesa na calçada saboreando uma carne de sol com macaxeira, no Bar Porto do Sol enquanto se observa um dos mais belos espetáculos da natureza. Há outros bares e restaurantes deliciosos que se tornaram referência na cidade: o Bar do Cocota. na praia da Cacimba, o Restaurante Nativo, a Trattoria Casa Velha e o mais badalado deles - o Ombck, na praia de Sagi, citado pela revista "Quatro Rodas" como um dos melhores da região.
A cidade conta ainda com várias pousadas e chalés a maioria com vista para as águas do Atlântico: Pousada do Porto, pousada Chalemar, Pousada Costa Dourada, Pousada La Bonita, Pousada Vista Bela, Miranda's Pousadas entre outras.



A PARADISÍCA MATA ESTRELA





A Mata Estrela é o grande destaque em Baía Formosa, abrigando a maior reserva de Mata Atlântica sobre dunas do Brasil, com 2365 hectares, composta a maior parte de florestas, seguido de dunas e lagoas. A Mata margeia toda toda a extensão litorânea de Baía Formosa e é um convite irrecusável para os amantes da natureza. Oficialmente denominada de Senador Antônio Farias, é um celeiro da fauna e flora da Mata Atlântica.
Répteis de várias espécies, inclusive o guaribas , em extinção, vivem na mata junto com sagüis, cotias, tatus, raposas, tejuaçús e aves como o gavião-carijó, xexéu , e outros.






A flora da Mata Estrela mostra sua riqueza com o pau-brasil, gameleira, cajarana, ubaia doce, peroba, pau sangue, bacopari, entre outras. Na reserva, são também encontrados com facilidade os lírios e, no interior da mata densa, as bromélias e as orquídeas. Ao longo das trilhas, é possível perceber a presença da orquídea-baunilha, uma trepadeira da qual é extraída a essência da baunilha, utilizada na culinária. 





O cheiro da Mata é muito forte devido às frutas silvestres como mangaba, caju e outras frutas desconhecidas da população urbana, como ubaia, cajarana, murici e maçaranduba de tabuleiro. A reserva também guarda a Mescla, uma árvore de cuja casca é extraída a essência do famoso perfume francês Chanel nº 5. Mas, a árvore que mais chama a atenção na Mata Estrela é uma Gameleira milenar. As visitas à mata são controladas para não haver devastação da reserva.  
AS LAGOAS


Por ser o maior remanescente de mata atlântica sobre dunas do País, a reserva da Mata da Estrela abriga um manancial hídrico. Ao todo, são 19 lagoas pluviais que se formam no interior da mata, como a Lagoa do Junco, Lagoa da Cutia, Lagoa dos Cavalos, Lagoa Bumba e Lagoa João Linho, que, em épocas de alta estiagem, reduzem de tamanho em função da falta de chuvas e da evaporação das águas. Mas a principal delas é a Lagoa Araraquara, mais conhecida como Lagoa da Coca-cola, em virtude da cor escuro-avermelhada de suas águas. 






A LAGOA DA ARARAQUARA OU LAGOA DA COCA-COLA

A lagoa da Coca-Cola encontra-se a 8 km da entrada da reserva, e é uma das mais belas da mata. Tem uma área de 16,8 hectares cercada por vegetação típica de restinga e possui água doce e morna. A coloração escura de suas águas é devido à elevada concentração de nutrientes provenientes do solo da floresta, ricos em ferro e iodo. Acredita-se que a lagoa Coca-Cola possui efeitos medicinais (princípios cicatrizantes) e rejuvenescedores. Os nativos  explicam  esse poder medicinal através de uma lenda sobre uma família de que morava próxima a essa lagoa - como não tinha água encanada,  usava a água escura da lagoa para beber e tomar banho. Assim, não adoeciam e nem envelheciam! 


COMO CHEGAR EM BAÍA FORMOSA

          I - ACESSO PELA BR-101             
             
                      
            No sentido Natal - João Pessoa



Três Km após Canguaretama, vire à esquerda, ao lado do posto de gasolina. Siga em frente na rodovia estadual RN 062, por mais 17Km.


                     II - ACESSO PELA PRAIA





 No sentido Natal - Baía Formosa

Um belo passeio que vale a pena ser feito, mas que merece atenção e cuidados. O veículo deve ser adequado ( buggy ou um 4x4 são os indicados) e em condições. Deve-se verificar a tabela da maré, pois grande parte do acesso só é possível com maré baixa.
Saindo de Natal vá pela Rota do Sol até a praia de Barreta. Lá você tem duas opções: seguir pela praia ou pelas dunas. A melhor opção é pela praia ( com maré baixa). São 10Km a percorrer na bela praia de Malembá. No final da praia, pegue a balsa para ir até Tibau do Sul, e curta o lindo cenário da barra de Guaraíras. De Tibau vá até a Praia de Pipa, (outro percurso de cenários paradisíacos) atravesse a cidade, vá até o Chapadão de Simbaúba e atravesse numa pequena balsa; do outro lado siga pelo asfalto até Barra de Cunhau. Daí em diante os cuidados devem ser dobrados, pois esse trecho só pode ser feito com maré seca; deve-se observar se tem alguma praia onde o tráfego é proibido por ser berço de animais como tartarugas marinhas.




FONTES:

  • Monografia - Levantamento das potencialidades Turísticas do Município de Baía Formosa ( Hérika Mendonça Soares - Gyorgia Magdalena Gomes Barreto -Fernanda Dantas Bertuleza - Renata Torres Soares Di' Maria)

  • Pesquisas WEB : Elíade Pimentel - Jornalista ( DRT -RN 8750)
  • Sites:
  • www.prefeituradebaiaformosa.com.br/informações.html
  • www,nataltrip.com/praias/baia_formosa
  • www,baiaformosa.com.br
  • www.natalonline.com/baia_formosa
Fotos:

  • Acervo pessoal de Arilza Soares
  • Imagens Google
  • Edição de fotos: Programa Pic-nic -Yahoo/BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...