FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

sexta-feira, 30 de março de 2012

PRAIA DE PONTA NEGRA - O MAIS BELO CARTÃO POSTAL DA CIDADE




"ao ver em Ponta Negra um cartão postal
 eu estufo o peito e me sinto o tal
é por tudo isso que eu sou mais Natal"
                                                                                 Alínio Rosa

Conheci a praia de Ponta Negra quando ainda era um pedaço do Éden cercada pelas dunas e pela floresta da Mata Atlântica. Chegar até lá era uma aventura que só fazíamos de vez em quando, para um pic-nic, atividade muito comum nos anos 60. Tudo me encantava em Ponta negra: a presença grandiosa do morro careca, (subir aquela duna sempre foi um grande desafio) o banho de mar,a chegada dos pescadores com suas jangadas e arrastões o  espelho que se formava no chão da praia! E as noites de lua cheia? Que espetáculo maravilhoso ver a lua refletida naquele chão enquanto ouvíamos os seresteiros a cantar: Ponta Negra praia linda e bem risonha/ quem dorme contigo sonha/ os teus encantos seduz..." ou "Praeira dos meus amores, encantos do meu olhar"... Saudades! 





DO MORRO CARECA


Localizado no extremo sul da Praia de Ponta Negra, o Morro Careca, hoje conhecido como Morro do Careca, é uma duna de aproximadamente 120 metros de altura, margeada por vegetação.




Os mais antigos moradores contam,  baseados na tradição oral,  que o Morro Careca nem sempre  foi como se apresenta hoje. Segundo eles, o Morro era totalmente coberto pela vegetação e a parte da duna descoberta ficava no alto como uma "careca", daí a origem do nome. Mesmo não sendo uma versão oficial, a foto acima comprova os fatos aqui relatados.



                                                 PONTA NEGRA ANOS 60/70


Durante muito tempo banhistas e turistas escalavam o morro como fonte de diversão. Subir a duna era um verdadeiro teste de resistência física. Mas com o passar dos anos a duna começou a ceder, tornando-se cada dia menor. Foi necessário interditá-la proibindo-se assim o acesso das pessoas ao morro.
Desde o final dos anos 90 para preservação da mata de restinga e para a areia do morro não descer e consequentemente a altura do morro não diminuir, está suspensa qualquer atividade sobre a duna.





DA PRAIA DE PONTA NEGRA

Com 4km de extensão a praia  pode ser considerada uma pequena baía. Ponta Negra está dividida em três núcleos distintos: A Vila de  Ponta Negra, ( Vila dos pescadores) onde  se encontra igrejinha de São João; a praia a Beira-Mar com seu imponente morro do Careca e, o alto, o agitado bairro de Ponta Negra, reduto da classe média e com  inúmeras opções de lazer para turistas e moradores. 
Na  beira mar, na direção norte, encontra-se a avenida Erivan França, repleta se bares, restaurantes, hotéis, boates e galerias com pequenos shoppings. No final dessa avenida, ocorre uma bifurcação: a avenida sobe uma íngreme colina, em direção ao bairro de Ponta Negra, e o calçadão prossegue por mais 2 km, frequentados por praticantes de caminhadas.  Nesse trecho, há uma, predominância de pousadas.  A noite em Ponta Negra é agitada com vários bares e discotecas para animar os turistas e visitantes.




                 




DA VILA DE PONTA NEGRA

Celeiro de tradições que resistem ao tempo, a Vila de Ponta Negra a  se originou no início do século XVIII. Sua população era formada por pescadores, pequenos agricultores, carvoeiros e rendeiras.  Durante muito tempo o povoado manteve um grande isolamento em relação ao centro da cidade,devido à distância e o fato das pessoas terem seus próprios meios de subsistência. A partir dos anos 80,com o desenvolvimento urbano de todo bairro transformou-se em um dos pontos turísticos da cidade. Na Vila a cultura popular permanece viva e forte. A diversidade dos grupos folclóricos espelha a mestiçagem cultural característica do Rio Grande do Norte. Elementos africanos, europeus e indígenas aparecem nos Congos de Calçola, no Boi de Reis, no Bambelô, no Pastoril e na Capoeira composta a por jovens, adultos e velhos.
Durante muito tempo a Vila de Ponta Negra foi referência quando o assunto era renda de almofadas. Hoje, esse ofício é exercido apenas por algumas rendeiras antigas, que se reunem todas as tardes numa sala da Cooperativa das Artesãs à espera dos turistas para vender seus trabalhos. A maioria tem outros afazeres e só produzem poe encomenda.







PONTA NEGRA DE ONTEM E DE HOJE








Nos últimos anos o cenário da praia mudou. O mar avançou bastante, detruindo o calçadão, Foram feitas obras de contenção para impedir o avanço do mar. Quamdo a maré está alta desaparece  a faixa de terra. Apenas com maré  ainda é possívem caminhar a beira mar



















Fontes:
  • Manoel Onofre Jr. - Guia da Cidade de Natal - Editora Sebo Vermelho - Natal/RN - 2009
  • Pesquisas Google - Wikipédia
Fotos: 
  • Imagens Google
  • Edição de fotos: Programa Pic-Nic - Yahoo/BR
  • Acervo de Eduardo Alexandre Garcia.
  • Acervo de Arilza Soares




2 comentários:

  1. 6 comentários:

    AngeltaApr 26, 2011 02:20 AM
    Essa é a praia mais bonita da Cidade.Ganha disparado de todas as outras, mas para um banho de mar prefiro Jacumã ou Muriú que estão distantes de Natal

    Responder

    maira soaresApr 30, 2011 01:24 PM
    venham conhecer, realmente é muito linda a praia!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

    soniaseiblitzMay 1, 2011 04:05 PM
    Ponta Negra com seu Morro Careca é uma praia LINDA!!! Vale a pena conhecer...

    Responder

    SandraMay 3, 2011 10:57 AM
    Um banho de mar no pé do morro careca cura qualquer ressaca e renova as energias.Mas eu gosto mesmo é de ir até a Vila de Ponta Negra ver os trabalhos das rendeiras.

    Responder

    ZiziMay 7, 2011 02:50 PM
    Quando criança sonhava em morar em Ponta Negra, pois eu adorava a praia com suas ondas calmas, descer o morro do careca. Consegui. Me sinto privilegiada por fazer parte deste cenário espetacular e internacional.Valeu PONTA NEGRAAAA!! TCHIBUM!!!!! Venham passa um fim de semana aqui nos Corais.

    Responder

    AngelaJun 9, 2011 04:35 AM
    Já tomou um banho de mar no pé do morro careca? Não!!Então tome!Vai querer voltar sempre...Tudo é lindo em Ponta Negra e vista da via Costeira só dá para cantar " Ao ver Ponta negra/um cartão posta/Eu estufo o peito e me sinto em paz...

    ResponderExcluir
  2. Arilza querida
    Estava procurando uma receita de alua quando encontrei o Vento Nordeste e me deparei com a foto do Morro Careca em Ponta Negra , onde passei veroes encantados com a minha familia ha 50 anos atras, quando casinhas de pescadores era tudo que existia ali. Nasci na maternidade Januario Cicco, pelas maos de Joao Tinoco, meu padrinho, sou neta de Vescio e Anailda (Bezerra) Barreto de Paiva. Theodorico (imperador do sertao) era irmao da mae da vovo. Morro de saudades da antiga Natal, as ruazinhas de paralelepipedos, as madrugadas de galo cantando, os quintais de mangueiras, mamoeiros, cajueiros, romas, siriguelas, mangaba, pitanga e jabuticaba. Nossa, que saudade! Saimos cedo de Natal, primeiro pra morar em Sao Paulo, depois Rio, Belo Horizonte e de volta pro Rio. Hoje moro em Baltimore, ha 33 anos que moro nos EUA. Aqui falta fantasia, cor, charme, melodia, ritmo, espontaneidade, originalidade, vivacidade,autenticidade, deleite, mais ainda, talvez ,onde eu moro por causa dos longos meses de gelo, dos ceus cor de chumbo, do vento que corta os ossos, das arvores nuas e secas, um mundo de preto, branco e cinza. Ufa! Claro, as vantagens dos EUA em relacao ao Brasil existem de fato, mas sao de puro teor socio economico. Em materia de saber curtir o dia a dia com gosto e garra e achar graca onde pouca existe, e gozar da conversa e da piada ate a ultima gota da ultima garrafa de cerveja secar- ai, so brasileiro. E nordestino entao nem se fala, nao e? Bom, obrigada pelo seu blog, espero que voce receba minha email e responda!
    Abracos
    Ana
    . .Via E-mail

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...