FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A REDINHA HOJE - UM PARAÍSO ENTREGUE A SUA PRÓPRIA SORTE!


                                       
Hoje em dia, não há quem não se encante com a beleza da Redinha vista do alto da ponte Newton Navarro.É um visual estonteante: a foz do rio Potengi, o mar azul banhando toda extensão da praia e as dunas de areias brancas  emoldurando o cenário - é de tirar o fôlego! Mas esse paraíso insiste em se manter ileso ao descaso como é tratado pelos órgãos competentes.Dividida administrativamente  entre duas prefeituras (a de Natal, responsável pela Redinha Velha e Extremoz pela Redinha Nova) o local sofre com problemas básicos de infraestrutura. A revitalização de alguns trechos não foi suficiente. Muito mais precisa ser feito! Urge que se voltem as atenções para essa praia para que ela continue a sua vocação de ser um lugar simples mas paradisíaco e acolhedor. 



                                                                           

A partir de  2007, com a inauguração da Ponte Newton Navarro esperava-se que a praia da Redinha ganhasse movimentação.Mas isso não aconteceu. Ao cruzar a ponte, o acesso rumo ao Norte se faz pela praia de Santa Rita; ir à Redinha exige que se faça um desvio para se chegar lá, motivo pelo qual a praia deixou de ser destino turístico.Mas conhecê-la pode ser de interesse dos turistas que tiverem um pouco mais de tempo: além da bela vista do Potengi e da Fortaleza dos Reis Magos é um bom lugar para se   desfrutar  da praia, do pacato mercado servindo a famosa ginga com tapioca, da cerveja e gelada e das várias barracas com preços honestos.




O quebra-mar é o retrato dos novos tempos na Redinha. Foi construído para evitar que a maré volte a assorear o canal do Porto de Natal, que foi escavado para permitir a entrada de navios de grande porte.Avançando sobre o mar em forma de ponta, serve de mirante para contemplar o belo cenário do encontro das águas , na foz do rio Potengi, tornando-se um novo atrativo para a Redinha.








         A Revitalização da Redinha Antiga


A prefeitura de Natal revitalizou grande parte da praia, construindo 22 novos quiosques,criou um amplo calçadão e recuperou o Mercado Municipal.Os quiosques espalhados pela praia vendem  ginga com tapioca, peixe inteiro ou em posta frito, camarão, caranguejo, ostra e outros petiscos, como isca de peixe, macaxeira frita e carne-de-sol




A área próxima ao mercado ganhou o nome de Largo João Alfredo, uma homenagem ao poeta, historiador, professor, escritor e carnavalesco João Alfredo Pessoa de Lima, mais conhecido pelo apelido de João bolão, um eterno amante da Redinha, que morreu aos 61 anos em 2004. Desde pequeno o professor João Alfredo dedicou parte de sua vida as questões ligadas a praia da Redinha. Era considerado uma espécie de enciclopédia viva da história da Redinha. Freqüentemente abria as portas de sua casa na rua Dr. João Medeiros Filho para receber estudantes interessados em conhecer a história daquela praia. 









                A REDINHA NOVA




A partir da década de 70, surge a Redinha Nova, entre a ponta de Santa Rita e a Redinha. O jornalista Vicente Serejo, admirador apaixonado do lugar, escreveu em suas Cartas da Redinha: “A Redinha nova começa com as edificações feitas depois dos limites da vila. A partir das casas depois do campo de futebol, tudo é Redinha Nova na direção do Norte. Mas, a planície de dunas entre a Redinha  Nova e a Ponta de Santa Rita, mesmo com outras praias nomeadas, é normalmente chamada de Fere-Fogo”






O Aquário de Natal




Considerado o maior aquário da Região  nordeste, o Aquário de Natal, localizado na Redinha Nova, funciona também como um centro de tratamento de animais.Tem cerca de 200 animais de 60 espécies diferentes.Os visitantes podem ver e fotografar  tubarões, moreias, peixes de corais, cavalos marinhos, pirarucu, jacarés, além de tartarugas e pinguins entre outros.Inaugurado em 1999, serve também de apoio ao Projeto Tamar. 
                       
                                                                         

Fontes: 

  • Vicente Serejo Gomes. Cartas da Redinha. Natal: Amarela, 1996.
  • História do Rio Grande do Norte -Diário de Natal, Natal, 1999.
  • História do Rio Grande do Norte. Tribuna do Norte, Natal, 1998.
  • Prefeitura Municipal.de Natal - Site conheça melhor                                                                           o seu bairro - Redinha
  • Luis da Câmara Cascudo-História da Cidade de Natal
  • Site Diário do tempo- Velha Redinha- Sergio Vilar
  • Pesquisas  Google-Wikipédia
  • Site de divulgação do Aquário da Redinha                                

Fotos:

  • Imagens Google






                                                             

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...