FOTO DE CAPA

Foto de Capa
Barra de Punaú - por Arilza Soares

papjerimum.blogspot.com.br

SEJA BEM VINDO AO VENTO NORDESTE!

Seguidores

segunda-feira, 20 de junho de 2011

IGREJA DE BOM JESUS DAS DORES


                                                                                
                                                                             
Sou fascinada por Templos, mais precisamente por templos católicos com os quais tenho mais intimidade, já que minha vida, tanto na infância como na adolescência, foi direcionada a essa fé religiosa. Quando criança nunca deixei de ir, com minhas tias ou minha avó, para as missas aos domingos, as procissões, as festas da paróquia, da padroeira, e todo tipo de celebrações religiosas da Cidade que não eram poucas. Na adolescência estudei em Colégio de freiras e participei ativamente de movimentos de ação católica.
Hoje, não tenho vínculos com nenhuma instituição religiosa, mas não passo indiferente diante de uma Igreja. Gosto de entrar, sentar, respirar um pouco o clima de fé e me extasiar diante das belas esculturas da Arte Sacra. E foi com esse sentimento de  nostalgia espiritual que, de volta a Natal, visitei todas as Igrejas que fizeram parte da minha historia.


Paróquia do Bom Jesus das Dores


                                                                              

                                                                             
Construída na primeira metade do século XVIII, foi a quarta igreja edificada em Natal, nove anos depois da construção da Igreja de Santo Antônio. Em 1774  foi também sede da capelania militar do Exército. No governo de Dom Joaquim de Almeida a capela passou para os padres franciscanos e em 1913 foi dirigida pelos padres da Santa e Sagrada Família.
A capela original não possuía suas duas torres como hoje. Tinha uma fachada barroca, com belíssimo frontispício, quase semelhante ao da Igreja de Santo Antônio. Câmara Cascudo que lá foi batizado pelo Padre João Maria, diz que “apesar da Ribeira ser um bairro residencial e com o maior comércio a Capela foi sempre modesta, sem esplendores e seduções materiais”. Tornou-se matriz do Bom Jesus das Dores com a criação da paróquia do mesmo nome, por decreto de Dom Marcolino Esmeraldo de Souza Dantas, na data de 9 de janeiro de 1932.







A bela praça em frente a Igreja não existe mais. Em nome do "progresso" o jardim foi substituído por um cruzamento de ruas para melhoria da Ribeira. Hoje resta apenas  um canteiro inexpressivo no tumultuado trânsito local. Mas a Igreja continua ali, imponente, bem cuidada, sem dúvida um dos mais belos templos da cidade.                                                                             
                          


No interior da Igreja do
 Bom Jesus das Dores


A igreja abriga algumas das esculturas sacras bem antigas, como a belíssima image de Nossa Senhora logo na entrada do templo e a imagem de Bom Jesus das Dores na Nave principal.

              









Na entrada da Igreja



   

A beleza singular da Igreja do Bom Jesus  das Dores, aliada à sua tradição e ao  excelente  estado de conservação,faz dela a preferida na cidade, para a realização de celebrações de casamentos e bodas.                                            
   


                                                                                                                                          
 Igreja Matriz do Bom Jesus das Dores
Praça Cap. José da Penha, 135 - Ribeira 59012-080 - Natal - RNTel:(84) 3615.2823 Capacidade de Pessoas Sentadas: aprox .300  Horário de Funcionamento: 14h às 18h
                                                           

 Fontes:

  • Jornal Diário de Natal
  • Pesquisas Google - Site da Paróquia do Bom Jesus das Dores
Fotos:

  • Imagens Google
  • Edição de fotos: Programa Pic-Nic -Yahoo/BR

                                                                                                                                          

2 comentários:

  1. Temos muito o que contar de nossa história com as instituições religiosas ....são lindas as Igrejas ,acredito eu no Nordeste, pois nossa história está muito centrada lá.Acho belíssimo e eu na função que hoje exerço e amo, tenho muita vontade de ir e conhecer toda esta bagagem histórica tão bela que são nossas Igrejas.
    Entrar em uma Igreja mesmo que não seja para participar (e não assistir) uma Missa só pode fazer bem às pessoas.Parabéns amiga pelas imagens tão belas! beijos

    ResponderExcluir
  2. A Igreja é linda e realmente é muito bem cuidada.Já assisti alguns casamentos nela todos lindos,porque realça quaquer decoração.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...